EUA suspendem pesquisas com chimpanzés

Os chimpanzés vão deixar de ser usados em pesquisas do governo dos Estados Unidos e os 50 animais em cativeiro ficarão num santuário, informaram as autoridades de saúde norte-americanas.

515
Chimpanzé

A decisão, adoptada pelo Instituto Nacional de Saúde (NIH), ocorre dois anos e meio após o órgão anunciar o fim da maioria das pesquisas biomédicas envolvendo chimpanzés, que são os animais mais próximos dos seres humanos, partilhando 98% dos nossos genes.
Em 2013, o NIH deixou de aprovar novos pedidos de investigação envolvendo chimpanzés e no ano passado os animais cativos foram declarados em risco pelo Serviço de Peixes e Vida Selvagem dos EUA.
O NIH declarou que o carácter de espécie em risco exigia dos cientistas permissões adicionais para qualquer experiência, e desde então não ocorreu qualquer solicitação neste sentido.
Os chimpanzés do NIH serão enviados para o Sistema Federal de Santuários, que administra o Chimp Haven em Keithville, Louisiana.