Se tem carro a gasóleo, prepare-se para sorrir mais uma vez

Preço mais baixo do ano vai ser novamente quebrado. Nem a influência da Reserva Federal no valor do euro vai impedir forte queda do combustível mais utilizado em Portugal.

1215

Depois de ter atingido o valor mais baixo do ano esta semana, o gasóleo vai voltar a cair a pique nos postos de abastecimento nacionais. A próxima segunda-feira deverá trazer um corte semelhante ao da última revisão, graças à ajuda do contexto internacional.

A produção da OPEP e dos Estados Unidos voltou a aumentar, o que trouxe um agravamento do desequilíbrio entre oferta e procura. A desaceleração da China e do Japão está a reduzir o interesse no petróleo e como consequência, a produção historicamente alta de ‘ouro negro’ não pode ser vendida ao ritmo certo. Como consequência, o petróleo trocado nos mercados internacionais tem descido sistematicamente ao longo dos últimos meses, contagiando os produtos refinados.

Esta semana, o gasóleo está a descer mais de 7%, uma variação que faz prever mais uma queda forte do preço nos postos de abastecimento. De acordo com o Jornal de Negócios, cada litro de diesel vai passar a custar menos dois a três cêntimos, renovando o mínimo de 2015 registado esta semana.

Para a gasolina, a semana também foi de queda, mas ais ligeira. A variação negativa de 1% registada nos mercados internacionais apenas deverá permitir um alívio de 0,5 cêntimos por litro nos postos nacionais, um valor que aproxima ainda mais o preço por litro da referência nacional no fim do ano passado.