Os alertas vão soando timidamente e vão-se focando sempre no mesmo tipo de roupa e calçado. As ‘skinny jeans’ são uma das maiores inimigas da saúde, como ficou provado no ano passado depois de se ter conhecido o caso de uma mulher que sentiu dormência nos pés e dificuldade em andar passadas várias horas com este tipo de calças apertadas.

Segundo a Greenpeace, algumas roupas desportivas podem ser também um atentado para a saúde, uma vez que a transpiração e a fricção podem acelerar a absorção das toxinas presentes nos tecidos.

Também os corpetes, as gravatas e ospiercings podem ser prejudiciais para a saúde, tal como os saltos altos, que tanto atormentam as mulheres e o seu bem-estar diário.

Mas a lista de peças de moda que fazem mal à saúde está longe de terminar. Asmalas grandes e cada vez mais pesadas que as mulheres usam apenas num ombro, as mochilas da escola dos mais novos que por vezes têm quase metade do seu peso corporal e o hábito de usar a carteira no bolso de trás das calças são outros exemplos de como a moda pode ser penosa para a saúde e conforto.

O site Bustle acrescenta mais alguns nomes à lista de inimigos e mostra como aquilo que é bonito ou que fica bem nem sempre é a melhor opção para o dia-a-dia. É o que acontece com os brincos: quando pesados, podem causar um alargamento do orifício feito ou até mesmo levar ao rompimento do mesmo; quando feitos com metal barato, podem causar infeções e reações alérgicas.

Para quem não usa saltos altos, as sabrinas são muitas vezes a opção predileta, mas aqui a emenda é pior que o soneto, uma vez que este calçado raso não tem qualquer tipo de amortecimento ou suporte, deixando o calcanhar à mercê do peso corporal da pessoa e do tipo de piso que calca.

Usar tanga ou fio dental é também um hábito do sexo feminino, mas um dos mais nocivos para a saúde vaginal, uma vez que este tipo de roupa íntima aumenta o risco de infeções do que as cuecas tradicionais que são feitas de algodão. Dormir com a roupa interior é também desaconselhado.

As também badaladas calças de cintura subida são um atentado para a saúde, diz o site Bustle, que recorre ao depoimento do médico Scott Schreiber para justificar a inclusão desta peça de roupa na lista de principais inimigos.

De acordo com o especialista, “as calças de cintura subida são conhecidas por exercer pressão no abdómen, o que pode causar azia”. Mas não só: “Estas calças também farão com que respire de forma irregular, enfraquecendo os músculos”.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA