O espaço escolhido, a Torre da Oliva, permite que haja uma separação de três pisos sendo que em cada espaço haverá múltiplas iniciativas para promover o networking, ou seja, cada espaço corresponderá a um conceito, a uma funcionalidade e a uma identidade própria a serem explorados.

O presidente da câmara sanjoanense, Ricardo Figueiredo, explicou esta segunda-feira aos jornalistas que a 3ª edição é “especialmente diferente porque o seu mote é a partilha de conhecimento. Uma montra de tecnologias e uma oportunidade única para que empresas jovens se encontrem e troquem experiências”.

IMG_9902

Na apresentação do conceito e objetivos desta edição do TecNet estiveram também presentes Maria do Céu Albuquerque, autarca da câmara de Abrantes na qualidade de membro da Assembleia Geral da TecParques e Alexandre Rios, da Sanjotec.

A feira abordará diversas temáticas como: inovação, criatividade, empreendedorismo, internacionalização, financiamento, smart cities, indústria 4.0 e lean production, cibersegurança, automóvel, têxtil/calçado, agroalimentar e turismo.

Maria do Céu Albuquerque abordou a questão de criar valor para que os parques ibéricos tecnológicos se afirmem a nível europeu e ao mesmo tempo cultivar a relação com Espanha.

O evento de cariz informal contará com nomes relevantes tanto do tecido empresarial português e espanhol assim como com nomes políticos como é o caso do primeiro-ministro, António Costa, que fará a sessão de abertura no dia 2 e 3 de junho.

O encerramento também surpreende com um jantar “after party”.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA