Em causa as declarações feitas nos últimos dias pela secretária-geral adjunta do Partido Socialista, Ana Catarina Mendes.

Chegou ao fim o ‘namoro’ entre Rui Moreira, presidente da Câmara Municipal do Porto, e o Partido Socialista.

Segundo informação confirmada pela SIC Notícias junto de fonte da candidatura de Rui Moreira, o autarca vai prescindir do apoio já público dado pelo Partido Socialista.

A decisão foi tomada na última noite, aquando da realização de uma reunião de emergência do núcleo duro da candidatura à autarquia portuense.

O início do fim da ‘lua-de-mel’ começou quando Ana Catarina Mendes disse, primeiro numa entrevista ao Expresso, que o PS contava ter uma presença forte nas listas de Rui Moreira para as eleições de outubro próximo.

O autarca portuense não gostou da ‘achega’ e garantiu que, da sua parte, não há “jobs for the boys”.

Mas a secretária-geral adjunta ‘rosa’ insistiu, desta feita em declarações ao Observador: “todas as vitórias dos candidatos do PS e das lista que o PS integra serão vitórias dos socialistas”.

Rui Moreira não gostou, novamente, e agora passou das palavras aos atos.

Assim, a candidatura independente do atual presidente da Câmara Municipal do Porto parte para as eleições autárquicas de outubro apenas com o apoio do CDS-PP.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA