Londres: 6 vítimas mortais em incêndio em prédio residencial

Incêndio num prédio residencial em Londres fez, pelo menos, 6 mortos e 50 feridos, esta quarta-feira, de acordo com as informações prestadas pelo chefe dos bombeiros da capital britânica. Quatro famílias portuguesas residiam no prédio e já foram localizadas.

270

A polícia de Londres confirmou que pelo menos seis pessoas morreram na sequência do incêndio de grandes dimensões que deflagrou numa torre residencial de 24 andares, na capital britânica, esta quarta-feira. As autoridades disseram, porém, que o número de mortos deverá aumentar. As causas do incêndio ainda são desconhecidas.

Enormes labaredas terão tomado conta do edifício, num combate que envolveu, pelo menos, 200 bombeiros apoiados por 40 veículos.

Testemunhas contam que algumas pessoas se atiraram das janelas e garantem que o alarme de incêndio não disparou, acrescentando que foram surpreendidas pelos gritos de socorro e alerta dos vizinhos, perdendo tudo o que tinham. Entre os relatos de desespero está o salvamento de um bebé, atirado do 10.º andar

A comissária dos Bombeiros de Londres, Dany Cotton, afirma que “os primeiros meios de socorro estavam no local em seis minutos”.

A Brigada de Bombeiros de Londres disse que o incêndio alastrou-se a todos os pisos do segundo ao último andar da Torre Grenfell, onde várias centenas de pessoas moravam no Lancaster West Estate, no oeste de Londres.

O incêndio de grandes dimensões deflagrou hoje à 01:15 (mesma hora em Lisboa) na torre Grenfell, de 27 andares, numa zona próxima de Notting Hill.

Enormes labaredas terão tomado conta do edifício e, segundo a agência, há muitas ambulâncias e carros de bombeiros, tendo sido formado um cordão policial a 150 metros do edifício, que ainda está envolto em fumo e onde são visíveis chamas nos andares cimeiros.

Engenheiros no local estiveram a avaliar a estabilidade do edifício e concluíram que a torre não corre o risco de colapsar.