A polícia do Vaticano interrompeu, no mês passado, uma orgia gay que estava a ter lugar num apartamento pertencente à Congregação da Doutrina da Fé, noticia o The Times.

O ocupante do apartamento será o secretário do Cardeal Francesco Coccopalmerio, líder do Conselho Legislativo do Pontifício e um dos conselheiros do Papa.

A Congregação da Doutrina da Fé é responsável, entre outras coisas, por tentar identificar casos de abusos sexuais no clérigo.

A revelação é feita depois de um outro cardeal, George Pell, ter sido acusado de abusos sexuais a menores.