Tem por hábito usar sabonetes antibacterianos para lavar as mãos? Se está grávida, não devia. Os investigadores alertam que a exposição do bebé no útero aos químicos presentes nos sabonetes antibacterianos pode aumentar o seu risco de sofrer de obesidade e até prejudicar o seu desenvolvimento.

Em estudos realizados em ratos provou-se que o químico triclocarban (TCC) pode passar da mãe para o bebé e descobriu-se que os bebés expostos a este químico enquanto estavam no ventre nasciam 11% mais pesados no caso das fêmeas e 8% mais pesados no caso dos machos.

Este químico, que interfere no metabolismo lípido diminuindo a degradação natural que o corpo faz da gordura, é passado para o bebé através da placenta ou pela amamentação. Os investigadores do Lawrence Livermore National Laboratory, na Califórnia, disseram que a exposição diária também pode levar a danos irreversíveis nos órgãos vitais.

Como cita o Daily Mail, a principal autora do estudo Dra. Heather Enright, disse: “Demonstrámos que a TCC transfere-se, efetivamente, de mãe para filho, tanto na pela placenta como na lactação. A exposição ao TCC durante o desenvolvimento pode representar um grave risco para a saúde do embrião e do feto em desenvolvimento. Pois eles são mais sensíveis às alterações nos níveis hormonais, o que pode resultar em mudanças que muitas vezes são irreversíveis.”