Créditos: Rita Barros

A manifestação começou às 17h (16h em Lisboa) com centenas de milhares de catalães a manifestar-se e a apoiar a separação da Catalunha de Espanha e a formação de um estado independente e soberano, dando o seu apoio à tentativa em curso de marcação de um referendo independentista vinculativo.

O Governo da Catalunha (Generalitat) assinou o decreto que convoca para 1 de outubro a realização de um referendo independentista nesta comunidade autónoma espanhola.

Os independentistas reclamam há muito tempo um referendo sobre a independência da Catalunha, em moldes semelhantes aos que foram realizados em Quebec (Canadá) e Escócia (Reino Unido).

A “Diada”, como é conhecido o dia que assinala a conquista de Barcelona pelo rei de Espanha Filipe V em 1714 depois de um cerco de 14 meses, é utilizada anualmente para defender a causa da independência com imagens que passam em todas as televisões do mundo de uma manifestação ordeira e de grandes dimensões.