A Sevenair Academy

O curso ATPL (Piloto) e o curso de TMA (Técnico de Manutenção) são os dois pilares desta academia que tem elevados requisitos de exigência, na seleção e na formação, que a colocam na linha da frente do setor.

“Os últimos dez anos foram de facto muito significativos para a evolução deste setor em Portugal. Quanto mais aviões forem construídos, mais pilotos e técnicos serão necessários. O futuro é muito promissor e enquanto empresa muito focada no transporte aéreo regional e na formação somos um caminho para a continuação deste crescimento exponencial”, declara o administrador, que adverte que apesar de glamorosa, esta profissão não é para todos: “Isto é algo de paixão e por isso todos os nossos alunos estão aqui por quererem mesmo esta vida. Há dois momentos inesquecíveis na vida de um aviador: o primeiro dia de aulas e o dia em que é “largado”, ou seja, a primeira vez que pilotam sozinhos um avião. Ao fim de poucos meses os alunos são postos a voar sozinhos, isto só é possível dada a responsabilidade que lhes é incutida desde o início. A responsabilidade é um dos maiores valores máximos de um piloto”.

O sucesso também vem com o investimento

“Esta foi claramente a empresa que melhor se estruturou, fez grandes investimentos, tem aviões mais modernos e capazes de oferecer aos alunos um sistema de navegação com princípios de voo muito idênticos àqueles que vão encontrar no mundo do trabalho. Nenhuma escola oferece tantas horas de treino em bimotores com nós”. Outro investimento pensado pela academia passa por construir novos hangares e residências para alunos estrangeiros já no próximo ano.

Carlos Amaro explica ainda que o investimento em estruturas e formação tem sido rápido, para acompanhar o mercado: “A aviação é das atividades mais regulamentadas no mercado onde nada pode acontecer sem uma certificação: Na Europa voamos para todo o mundo, isso significa que para qualquer sítio que um avião europeu voe só poderá ser “tocado” por alguém certificado EASA. Obviamente que há companhias que não sejam europeias que queiram conquistar todas as certificações que são emitidas em território europeu, o que leva a um aumento e procura de formação”.

Mais mulheres na aviação

Até hoje, a aviação é um mundo conhecido como sendo dominado por homens, porém, algo começa a mudar… No imediato são poucas as mulheres que frequentam a academia, no entanto, e a pensar nelas, estão previstas novas fardas, com linhas mais femininas, um pormenor que procura contribuir para mudança de paradigma sobre a não participação das mulheres na aviação enquanto pilotos.

Sevenair – Patrocinador Gold do Lusoavia

De 12 a 14 de outubro decorre o Lusoavia, no Centro Nacional de Congressos de Lisboa. Este será o primeiro evento de aviação de países lusófonos que reunirá grandes players do setor no mesmo espaço. O objetivo é proporcionar um encontro que resulte na criação de sinergias e de questões de cooperação.