No comunicado abaixo pode ler quais os objetivos do Centro Qualifica do Agrupamento de escolas nº2 de Évora.

“Pretende-se que os adultos ampliem conhecimentos, ao longo da vida, e não apenas a escolarização, melhor preparando-se para os desafios da dinâmica do mercado de trabalho.

A área territorial de Évora, com um baixo nível de qualificação profissional e escolar entre a população adulta (para além de taxas elevadas de abandono escolar precoce) tem de responder aos desafios da sociedade do conhecimento, de forma urgente e prioritária.

Neste contexto, Évora tem um elevado número de pessoas consideradas potencialmente vulneráveis, nomeadamente, desempregados de longa duração, pessoas de baixos níveis de qualificação e escolaridade e jovens NEET.

O Agrupamento de Escolas nº 2 de Évora, surge vocacionado para desenvolver as novas modalidades formativas pois possui um corpo docente com uma vasta experiência, competência técnica e excelentes condições físicas (quer ao nível dos espaços quer dos equipamentos disponíveis). A nossa experiência acumulada, cimentada e alicerçada na região, tem tido a capacidade de dar resposta à procura de formação, não só através da reorganização interna como também da rentabilização dos diversos atores, respondendo às necessidades educativas da população de jovens e adultos.

No cumprimento da nossa missão enquanto Centro Qualifica cabe-nos: mobilizar os adultos na procura de qualificação, reconhecer as competências por eles adquiridas ao longo da vida e definir conjuntamente a trajetória de formação mais adequada às suas necessidades, a fim de elevar os níveis escolares e de qualificação efectiva da população adulta (através de formação qualificante) e contribuir para a integração destas pessoas na vida ativa e profissional.

Aumentar a oferta e a qualidade da educação de adultos, em especial para os adultos pouco qualificados, contribuirá para uma maior produtividade, potenciando uma maior empregabilidade e melhorando a capacidade de adaptação a ambientes de trabalho em permanente mutação. A estes ganhos, acrescem os ganhos em desenvolvimento e satisfação pessoais dos jovens e adultos que não serão de somenos.”