De acordo com o médico Steven Lin, “não é apenas o consumo isolado de açúcar” a principal causa do aparecimento de cáries, também a carência de nutrientes é um dos aspetos que mais peso tem neste problema que afeta miúdos e graúdos

Na prática, explica o médico ao The Independent, uma dieta saudável e equilibrada é meio caminho andado não só para prevenir o aparecimento de cáries, como também para melhorar a saúde bocal, devendo-se, para tal, apostar em alimentos que sejam ricos em quatro vitaminas concretas: A, D, E e K2.

Diz o especialista que o consumo de fígado, peixe, leite de vaca e ovos – alimentos ricos em vitamina A – é benéfico para o dentes, assim como o consumo de peixes gordos e cogumelos (dois alimentos ricos em vitamina D, que pode ser também obtida com a exposição solar protegida e moderada).

No que diz respeito à vitamina E, uma das que mais combate o envelhecimento precoce, não há nada como reforçar o consumo de vegetais, em particular de espinafres e brócolos. Os frutos secos são também aliados, contudo, é importante limpar bem os dentes depois de os comer, sob a pena de ficarem pequenas partículas acumuladas.

O queijo (preferencialmente magro) e a manteiga (ricos em vitamina K2) são outros alimentos que favorecem a saúde dos dentes, embora devam ser consumidos com moderação, uma vez que possuem altos níveis de gordura, inclusive gordura saturada.