Morreu mais uma pessoa vítima do surto de legionella. Trata-se de uma mulher de 68 anos, que morreu durante a noite.

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, anunciou hoje também que o número de infetados por legionella aumentou para 43 casos, enfatizando que todos os pacientes têm doenças crónicas associadas.

O surto de legionella, recorde-se, foi identificado na sexta-feira passada, no Hospital São Francisco Xavier.

A maioria dos casos deste surto ocorreu em mulheres (63%) e mais de 70% dos doentes infetados têm 70 ou mais anos.

Segundo a DGS, o primeiro caso de diagnóstico da doença dos legionários foi confirmado a 31 de outubro. Na terça-feira, o ministro da Saúde disse que a origem do foco de legionella  em Lisboa foi o hospital São Francisco Xavier, considerando que as primeiras evidências apontavam logo para uma emissão dentro do perímetro da unidade hospitalar.

O Ministério Público está a investigar o caso.

Lusa