Uma destas alternativas pode ser o Video on Demand (VOD). “Os videjogos por VOD são muito maiores que trasmissões de videojogos. Como é que servimos o público com outras formas e conseguiram monetizar sem ser com anunciantes? Levamos muito a sério a monetização dos nossos criadores e vamos continuar a melhorá-la”, contou Wyatt ao Polygon.

Wyatt manifestou também a intenção de tornar o YouTube mais transparente no que diz respeito à relação entre os criadores de conteúdos e os detentores de direitos de imagem e áudio que possa ser utilizado em vídeos.