Sendo a educação uma das bases essenciais da vida de qualquer pessoa, que papel assume o Greene’s no futuro dos jovens que são formados na instituição?

No Greene’s, temos como objetivo principal de garantir uma educação que permita aos nossos alunos enfrentarem os desafios do século XXI.

Em Oxford ou no Estoril, a nossa responsabilidade é para com o futuro de cada aluno, individualmente.

O colégio trabalha todos os dias para garantir a excelência académica e a obtenção dos melhores resultados possíveis – esta é apenas uma pequena parte de todo um processo.

Para nós, A educação envolve conhecer, e desenvolver, o que cada aluno conhece de si mesmo – paixões, competências, fraquezas e poderes.

Educação é seguramente um dos pilares fundamentais da vida, mas não obstante, o Greene’s não pretende “incutir” conhecimento, mas sim educar no sentido de “orientar” talentos e qualidades pessoais de cada indivíduo (tal como conota a raiz latina do termo“educação”).

Que características podem ser apontadas enquanto retrato da escola?

Possuímos um conjunto de características que identificam a nossa formação académica como única, principalmente pela aplicação do nosso método tutorial.

Com o método tutorial, os alunos são ensinados um-para-um ou em pequenos grupos. A ênfase está na compreensão ativa e na assimilação do conhecimento, por contraste com a memorização passiva de factos. Esta metodologia, com enfoque nas perguntas dos alunos e não nas respostas, é tão válida em pleno século XXI quanto era no tempo de Sócrates.

Greene’s estimula a mente do aluno promovendo a contínua análise e discussão da matéria, enquanto, em simultâneo, promove o envolvimento em diálogos dinâmicos entre colegas e tutores.

Os tutoriais Grenee’s permitem aos alunos aprenderem a melhor forma de planearem e prepararem o seu estudo independente. As estatísticas revelam que dedicar mais tempo ao estudo independente não só é benéfico para o desenvolvimento de técnicas de aprendizagem ativa, como também potencia a inovação e a criatividade.

Somos academicamente exigentes. Contudo, a par da busca da excelência académica, reconhecemos que todos somos diferentes e, como tal, que é necessária uma abordagem personalizada. Consequentemente, cada aluno tem um programa académico cuidadosamente delineado para ir ao encontro das suas necessidades individuais e particulares. Em termos de curso e de instituição, esta abordagem garante uma correspondência directa entre os alunos e a escolha de universidade, escolha essa que pode levá-los a qualquer universidade do mundo.

Mais de 90% dos nossos alunos entram na sua primeira opção de universidade.

Quais são as mais importantes características do colégio?

Os destaques do Greene’s são sem dúvida o Método Tutorial, o Programa de Liderança e as infindáveis oportunidades de interagir com profissionais e líderes internacionais a fim de fazer frente aos problemas do mundo real.

Cada aluno, ao longo do seu percurso no Greene’s, tem um Tutor Pessoal com quem se reúne regularmente. O Tutor Pessoal monitoriza o progresso académico e fornece apoio relativo a candidaturas a universidades e escolhas de carreira. Enquanto tal, garantimos que o bem-estar e desenvolvimento pessoal são sempre prioritários, os quais, segundo acreditamos, devem sobrelevar-se à conveniência da instituição.

O nosso programa de Liderança, dirigido por Marco Meireles e Dina Mendonça, enfatiza o valor de ‘liderança pessoal’:

valores pessoais, consciencialização e responsabilidade, que desenvolve pensadores criativos e confiantes, com uma clara noção de equilíbrio moral.

Colaboração com instituições internacionais, apoio a causas de conservação, falar por aqueles que não têm voz, apoiar ativamente os objetivos de desenvolvimento das Nações Unidas; este envolvimento prepara os nossos alunos para a vida, para a universidade, e para carreiras desafiantes e gratificantes.

Comemoram 50 anos de existência. O que pode ser dito sobre esses 50 anos?

Olhando para há 50 anos atrás, existem dois pontos extraordinários a destacar no inicio do ano de 2018: as poucas mudanças que houve, e o quanto tudo mudou!

Estamos ainda sediados no nosso edifício do século XVII no centro de Oxford, Inglaterra, e ainda fazemos uso do método tutorial para alcançar o sucesso académico e pessoal dos alunos.

Ao mesmo tempo, as expectativas e exigências educacionais mudaram imensamente – e o Greene’s adaptou-se a todas elas.

A Internet transformou as nossas vidas: as comunicações são instantâneas, e a informação sobre qualquer tópico está disponível em massa. Hoje, mais do que tudo o resto, os nossos alunos precisam de ajuda na seleção e análise de informação e não na localização dessa informação ou na melhor forma de acumular conhecimento. Ter acesso instantâneo a recursos, num mundo que avança em passo acelerado, exige apoio no desenvolvimento das capacidades de rigor académico, na assimilação seletiva de material, e na concentração.

Com uma forte tradição académica, alicerçada na mais recente tecnologia, o Greene’s está na vanguarda da educação global e do desenvolvimento de novas aprendizagens.

Uma forte tradição académica combinada com a mais recente tecnologia, coloca-nos na linha da frente em Educação Global e desenvolvimento de novos métodos de ensino.

De que forma foi assinalado o dia?

Continuamos a organizar uma série de atividades para comemorarmos os nossos 50 anos.

Grande parte das nossas celebrações foi direcionada para o lançamento do novo colégio em Portugal, no Estoril. Patrocinamos o projeto de conservação do Rinoceronte Branco do Jardim Zoológico de Lisboa, em parceria com a WWF e outras instituições. De forma integrada com o nosso programa de Liderança no Estoril, os nossos alunos estão também envolvidos no desenvolvimento deste projeto.

Trabalhamos conjuntamente com o Oceanário de Lisboa, a Mission Blue, e o Marine Stewardship Council (relativamente à compreensão do ambiente marinho) – com viagens educativas abertas à comunidade de estudantes nacional e internacional. O envolvimento com a comunidade local é uma parte essencial da personalidade do Greene’s.

Em parceria com Vítor Pomar, um célebre artista Português, vinte e uma pinturas estão em exibição no Greene’s Lisboa, a inspirar novas formas de pensar e de debater a cultura visual do século XXI e o seu impacto. Com workshops programados com Vítor Pomar, os alunos serão convidados a explorar espaço, cor e forma através do golpe de pincel.

As pinturas de Vítor Pomar em exposição no colégio estão para venda (uma delas vendida pela leiloeira Tajan em Paris). Parte das vendas contribuirá para uma Bolsa de Estudos criada para alunos que necessitem de apoio financeiro e pretendam estudar no Greene’s Tutorial College.

No site podemos encontrar a pergunta “porquê escolher o Greene’s Tutorial College”. Porquê?

O Greene’s oferece uma experiência educativa sem paralelo. É pessoal e individualizada. Empenhamo-nos em ir ao encontro das circunstâncias e objetivos pessoais: cada tutorial, apresentação, texto, ato ou serviço, são projetados no sentido de encorajar os alunos a descobrirem os seus interesses, forças e responsabilidades.

É uma educação com desafios e apoios – incrivelmente recompensadora. A cada ano que passa, pais e alunos confirmam-no, os que foram nossos alunos contactam-nos para enaltecerem a educação que receberam no Greene’s, e as pessoas que os inspiraram.

No Greene’s, os alunos têm acesso a alguns dos mais inspiradores e extraordinários tutores do mundo; homens e mulheres que continuam a atingir patamares de excelência sempre mais elevados, e que são apaixonados por comunicarem a sua aprendizagem com outros. Os alunos são encorajados, pela orientação, pelo exemplo e pelo simples entusiasmo, a agarrarem cada oportunidade para se tornarem mais independentes e motivados, com vista a realizarem grandes feitos, quer na universidade quer na carreira que escolherem.

Greene´s – o colégio tutorial mais antigo de Oxford – é especializado em programas individuais de A Level – exclusivos para cada aluno e específicos para os seus objectivos e aspirações pessoais. Como funciona o Greene’s Geoscience Diploma?

O Greene’s Geoscience Diploma é um exclusivo Greene’s. Atualmente, permite o acesso direto às Universidades de Birmingham e de Portsmouth, na Grã-Bretanha, para alunos interessados numa panóplia de graus académicos relacionados com as Ciências da Terra. Todas as avaliações para o Geoscience Diploma são feitas no Greene’s e, desde que um certo nível seja alcançado, os alunos podem seguir para o curso universitário que escolherem.

Não é necessário qualquer exame externo.

O Geoscience Diploma envolve uma quantidade considerável de projetos e trabalhos práticos. Cada aluno recebe o seu microscópio e martelo geológico próprios – e é esperado que os usem! Cada aluno realiza um documentário em vídeo a meio do curso, que culmina num projeto de investigação independente.

As Geociências são disciplinas complexas e fascinantes, conforme reflete o Diploma no Greene’s. As Geociências podem quase ser descritas como as ciências de tudo, uma vez que os geocientistas estudam como reações passadas criaram o mundo em que vivemos, e como o presente – seja na forma da atividade terrestre ou das forças subterrâneas inanimadas – irá moldar o nosso planeta no futuro. Como tal, os alunos são expostos não apenas à realidade do Parque Jurássico, mas também às sérias e imediatas problemáticas geopolíticas e socioeconómicas implicadas pelas alterações climáticas, terremotos, vulcões e extração dos recursos naturais cada vez mais escassos.

A qualidade académica do Greene’s Geoscience Diploma é reconhecida por duas universidades da Grã-Bretanha mais prestigiadas na área das Geociências. Este reconhecimento reflete também o facto de que o ensino no Greene’s prepara os alunos não apenas para o sucesso na universidade em termos cognitivos, de capacidades práticas e de estudo, mas também para a vida além da esfera académica.

O ensino em Portugal é, na sua opinião, e de forma geral, um ensino realmente orientado e direcionado para as gerações futuras?

Todas as instituições de ensino por todo o mundo continuam a encontrar dificuldades na adaptação ao século XXI com um sistema escolar concebido na sua essência no século XIX. Estamos todos em busca de uma abordagem que vá ao encontro das exigências sofisticadas da sociedade moderna. Por essa razão, não pode haver uma abordagem de “tamanho único” se afirmamos estar a educar o indivíduo: somos todos diferentes.

Esperamos sinceramente que o ensino no Greene’s, em Portugal ou qualquer outra parte do mundo, ofereça mais variedade de escolha e uma visão da educação que seja uma alternativa ao que se encontra de momento disponível.  Enquanto educadores e pais, todos desejamos cultivar as capacidades, aspirações e felicidade da próxima geração, e temos uma responsabilidade coletiva que ultrapassa fronteiras de sermos bem sucedidos na nossa missão.