Turquia promete cinco mil milhões de dólares para reconstruir Iraque

A Turquia anunciou hoje uma das maiores contribuições para a reconstrução do Iraque, afetado por três anos de guerra contra o grupo radical Estado Islâmico, cinco mil milhões de dólares (quatro mil milhões de euros).

277

ajuda, através de empréstimos e investimentos, foi anunciada pelo chefe da diplomacia turca, Mevlut Cavusoglu, no terceiro e último dia da conferência internacional para a reconstrução do Iraque, que decorre no Kuwait.

A Arábia Saudita prometeu mil milhões (800 milhões de euros) de dólares em projetos de investimento e 500 milhões (400 milhões de euros) para apoiar as exportações iraquianas, enquanto o Qatar anunciou empréstimos e investimentos no valor de mil milhões de dólares.

O Kuwait vai contribuir com dois mil milhões de dólares (1,6 mil milhões de euros) e a União Europeia comprometeu-se com 400 milhões de euros (360 milhões de euros).

Na conferência de doadores foi ainda anunciado um acordo do Banco Mundial com o governo iraquiano para financiar dois projetos, totalizando 510 milhões de dólares (400 milhões de euros) e ligados ao abastecimento de água e à criação de emprego.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, apelou hoje à comunidade internacional para “apoiar os esforços” de reconstrução do Iraque, que o governo do país avaliou em 88,2 mil milhões de dólares (71,9 mil milhões de euros).

Os fundos destinam-se, por exemplo, a recuperar infraestruturas danificadas pelos ‘jihadistas’ e a apoiar as cerca de 2,6 milhões de pessoas que continuam deslocadas.

No total, o governo iraquiano apresentou um pacote de 212 projetos, que incluem o desenvolvimento de setores como a agricultura, o turismo, a saúde, a educação e a energia solar.

LUSA