Davy Rodriguez de Oliveira, diretor nacional adjunto da Frente Nacional da Juventude (FNJ), tem hoje uma chamada de primeira página no jornal francês Libération e surge noutros jornais, como o Le Parisien, devido ao alegado insulto racista que teria proferido na véspera do congresso do partido, este fim de semana, em Lille.

“Ele está suspenso até que a comissão dos conflitos da Frente Nacional se reúna para estudar o que se passou realmente. É preciso esperar que o nosso tribunal se reúna. No final, haverá uma decisão: ou é culpado ou é inocente. Se for culpado vai ser posto na rua e se for inocente continua com os seus cargos”, disse à Lusa Alain Vizier, assessor do partido.

O responsável não deu uma data para essa reunião, mas indicou que “será em breve”.

Em causa está um vídeo que foi publicado na Internet, primeiro através de uma conta anónima de Twitter, depois retomado por vários internautas e apagado da conta original, estando disponível no site informativo Buzzfeed.

Nas imagens, filmadas com um telemóvel, vê-se o jovem assistente parlamentar a proferir a frase “espécie de negro de merda”, enquanto uma voz tenta acalmá-lo ao dizer “Acalma-te. Achas que a Marine gostaria de te ver assim?”.

De acordo com o Buzzfeed, Davy Rodriguez de Oliveira negou todas as acusações e falou em “cabala política”, defendendo que lhe tentaram piratear a conta Facebook e Twitter e que se enervou “como acontece todos os sábados à noite nas discotecas”.

A Lusa tentou contactar Davy Rodriguez de Oliveira, mas não obteve resposta.

Ainda de acordo com o ‘site’, a cena ter-se-ia passado na sexta-feira à noite, diante de um bar, na cidade francesa de Lille, antes do início do Congresso da FN, este fim de semana, depois de o jovem ter discutido com o segurança do local.

Na capa do jornal Libération de hoje, em cima de uma fotografia em grandes dimensões do rosto de Marine Le Pen e do título “Ressemblement National” (um trocadilho entre o novo nome do partido e a palavra “semelhante”), surge a frase “Espécie de negro…” com uma pequena fotografia do jovem retirada do vídeo e a legenda: “à margem do congresso do FN, Davy Rodriguez, ‘embaixador da refundação’ do partido, teria tratado um segurança de ‘espécie de negro de merda'”.

O Le Parisien fala, por sua vez, em “inadmissível derrapagem de um alto responsável do FN”.

Davy Rodriguez de Oliveira, com raízes familiares em Espinho, foi candidato suplente da Frente Nacional nas legislativas francesas no ano passado, na 9ª circunscrição do Val d’Oise, nos arredores de Paris, depois de ter andado em campanha para as presidenciais em apoio a Marine Le Pen e de ter cantado o hino francês no Chalet du Lac, em Paris, na noite da derrota da FN.