Mark Zuckerberg foi ontem interrogado pelo Congresso dos EUA, uma oportunidade para explicar e responder a questões relacionadas com o caso da Cambridge Analytica mas também para ‘deitar por terra’ algumas suspeitas de longa data sobre a rede social.

Entre elas está a teoria da conspiração que o Facebook espia conversas através do microfone do Facebook. “Sim ou não, o Facebook usa áudio obtido através dos dispositivos móveis para ter mais informação pessoal sobre os seus utilizadores?”, questionou o senador Gary Peters. Na hora de responder, conta o The Verge que Zuckerberg não perdeu a oportunidade de esclarecer o assunto.

“Senador, deixe-me ser claro, estás a falar de uma teoria da conspiração que está a circular e que diz que ouvimos o que se está a passar pelo microfone [do seu smartphone] e usamos [a informação] para anúncios. Para ser claro, permitimos que as pessoas filmem vídeos nos seus dispositivos e os partilhem, e esses vídeos têm áudio, portanto fazê-lo enquanto está a filmar um vídeo, gravamo-lo e usamo-lo para tornar o serviço melhor garantindo que os seus vídeos têm áudio, mas penso que isso é claro. Só queria ter a certeza que era claro sobre isso”, respondeu Zuckerberg.