Autocarros e automóveis pararam nas ruas e os israelitas saíram dos veículos e ficaram de cabeça baixa.

O dia sombrio também é marcado por cerimónias e memoriais em escolas e centros comunitários. Restaurantes e cafés fecham e as estações de TV e rádio apresentam programas com temas do Holocausto.

Um terço dos judeus de todo o mundo foram assassinados no Holocausto. A independência de Israel foi declarada em 1948 e centenas de milhares de sobreviventes fugiram para o pais.