Ataque de Israel a alvos iranianos na Síria matou 23 pessoas

Tensão entre Teerão e Telavive aumentou substancialmente depois de Donald Trump rasgar acordo nuclear com o Irão.

282
Reuters

Pelo menos 23 pessoas morreram na sequência do ataque das forças armadas de Israel a infraestruturas iranianas na Síria, noticia o jornal israelita Haaretz.

O ataque de Israel surgiu como resposta a disparos de projéteis iranianos, a partir da Síria, contra os Montes Golã, território sírio ocupado por Israel desde 1967.

“Bombardeamos quase todas as infraestruturas iranianas na Síria. Eles devem ter presente o ditado que diz que ‘se nos molham com chuva nós fazemos cair uma tempestade por cima deles'”, afirmou Lieberman.

“Espero que este episódio esteja fechado e que eles tenham compreendido”, acrescentou o ministro da Defesa de Israel.

O governo de Damasco conta com o apoio do Irão na luta contra os grupos armados da oposição e as organizações extremistas islâmicas.

As forças iranianas na Síria dispararam na noite de quarta-feira duas dezenas de projéteis, como foguetes, contra as forças israelitas na parte dos montes Golã ocupada por Israel, declarou o exército israelita.

Os projéteis, alguns dos quais foram intercetados pelo sistema de defesa antimíssil israelita, não causaram vítimas e o exército israelita retaliou, indicou aos jornalistas o porta-voz do exército israelita.

LUSA