Inicio Tags BNI Europa

Tag: BNI Europa

BANCO BNI EUROPA celebra parceria com a LENDROCK

Assente na parceria acordada, a Lendrock continuará sua trajetória de crescimento. A parceria com o Banco BNI Europa começa com a aquisição de parte da carteira de crédito existente, oferecendo uma exposição rápida aos empréstimos da Lendrock e preparando o terreno para a aquisição de volumes mensais de originação.

“Investir em empréstimos de automóveis para clientes particulares em Espanha é uma classe de investimento muito atractiva para nós”, afirma Pedro Coelho, Presidente Executivo do Banco BNI Europa. “Na Lendrock identificámos um parceiro altamente profissional, cujo processo de análise de crédito se provou totalmente convincente para nós”.

O co-fundador e CEO da Lendrock, Ventura Pobre, está igualmente confiante na parceria: “Estamos muito satisfeitos em encontrar no Banco BNI Europa um investidor institucional de primeira linha e um parceiro estratégico para a nossa plataforma que, como nós, está entusiasmado com a possibilidade de melhorar drasticamente a experiência de financiamento automóvel para todos os consumidores, incluindo aqueles que mais precisam. Tendo desenvolvido a nossa plataforma de financiamento integrado 100% online e com o apoio do Banco BNI Europa, estamos agora prontos para conduzir o processo de expansão e fazer uma grande diferença para muitos mais consumidores que procuram financiar a aquisição de um automóvel”.

Sobre o Banco BNI Europa:

O Banco BNI Europa é hoje uma referência internacional enquanto “ChallengerBank” assentando a sua estratégia na lógica de arquitetura aberta e na diferenciação. Este posicionamento permite ao Banco BNI Europa destacar-se como líder na nova geração “Fintech” de bancos Europeus e continuar com taxas de crescimento significativas. Neste âmbito, o Banco BNI Europa tem também vindo a especializar-se na gestão de soluções alternativas de captação de recursos e de crédito, tendo já estabelecido parcerias com 18 Fintech’s europeias, através das quais disponibiliza depósitos a prazo e financia operações de crédito em diversas jurisdições europeias, nomeadamente Alemanha, Reino Unido, Holanda, Áustria, França e Bélgica. As operações de crédito financiadas incluem crédito ao consumo a particulares e estudantes, crédito a PME’s, incluindo-se factoring, e financiamento imobiliário.

Resultante da sua plataforma digital moderna e de processos de baixo custo com produtos inovadores, em 2018 o Banco BNI Europa foi considerado pelos seus clientes “Escolha do Consumidor” e “Cinco Estrelas” na categoria da Banca Digital.

Internacionalmente, o Banco BNI Europa também foi galardoado, nomeadamente com o “Most Innovative Bank in Portugal 2017” pela International Finance magazine, “Best Digital Bank in Portugal 2017” pela Global Banking & Finance News magazine and “Bankoftheyear 2017” pelo The European.

Os prémios mencionados são da responsabilidade das entidades que os atribuíram.

Sobre aLendrock

A Lendrock é uma plataforma online de financiamento automóvel que cobre todos os aspectos do ciclo de vida do financiamento – desde a originação, subscrição e manutenção – para oferecer aos consumidores e aos negociantes profissionais uma experiência única, simples, rápida e transparente. O seu modelo de contratação online permite que os consumidores, com base no seu histórico de crédito sejam avaliados sem custos.

Banco BNI Europa aposta em sistema de abertura de conta online por videoconferência

O processo é simples, rápido e intuitivo, sem as burocracias normais associadas à abertura de conta.

Este produto é oferecido em parceria com a Digital Sign, Entidade Certificadora Portuguesa para a emissão de certificados digitais qualificados, registada no Gabinete Nacional de Segurança como entidade acreditada e permite para além da abertura de conta online a emissão de um certificado digital, com valor 100% probatório, que poderá ser utilizado pelo cliente no âmbito de outras relações contratuais com o Banco.

A abertura de conta por videoconferência passa por várias etapas. Após inserir os dados pessoais e fazer upload do comprovativo de residência e situação profissional, o cliente será encaminhado para a Videoconferência onde se efetuará a certificação de identidade, após a qual se passa à assinatura certificada dos documentos.

“O processo de abertura de conta agora disponibilizado cumpre todos os requisitos definidos pelo Banco de Portugal, – afirma Pedro Pinto Coelho, Presidente da Comissão Executiva do Banco BNI Europa – mas não queremos ficar por aqui. Temos como objetivo desafiar o ecossistema bancário tradicional colaborando com Fintech para lançar novos sistemas tecnologicamente avançados e disruptores. O sistema bancário ir-se-á alterar profundamente nos próximos anos e queremos ser parte ativa nessa mudança”.

O processo de certificação de identidade pode ser feito tanto em desktop como em smartphones (IOS e Android) e está disponível de segunda a sábado das 14 às 22 horas em www.bnieuropa.pt Em 2018 o Banco BNI Europa foi considerado pelos portugueses Escolha do Consumidor e Cinco Estrelas na categoria da Banca Digital.

Sobre o BNI EUROPA

O Banco BNI Europa é hoje o banco digital em Portugal com maior taxa de crescimento, tendo como missão oferecer aos seus clientes uma plataforma digital moderna e de baixo custo com produtos inovadores ajustados às suas necessidades.

O Banco BNI Europa já celebrou parcerias com 18 fintech’s para lançar novos produtos permitindo utilizar a tecnologia mais avançada em termos de análise de risco, experiência do consumidor e entrada rápida no mercado.

Esta orientação estratégica permite que o Banco BNI Europa se afirme como um “ChallengerBank”, assente na lógica de arquitetura aberta e na diferenciação. Este posicionamento permite ainda ao Banco BNI Europa destacar-se como uma referência na nova geração “Fintech” de bancos Europeus e continuar com taxas de crescimento significativas.

BNI Europa e Funding Circle acordam parceria estratégica

O Banco BNI Europa, a atuar na Europa através do acordo de livre prestação de serviços, está a investir em empréstimos originados através da Funding Circle, a principal plataforma mundial de empréstimos para pequenas e médias empresas.

Como parte do acordo, e durante os próximos meses, o Banco BNI Europa concederá financiamentos até ao montante de 50 milhões de euros para financiar empréstimos de pequenas e médias empresas na Alemanha. Este é o maior compromisso do Banco BNI Europa para com as pequenas e médias empresas alemãs. O investimento proporcionará acesso ao financiamento a cerca de 600 empresas, ajudando a criar cerca de 1.500 novos postos de trabalho. O objetivo a longo prazo é ampliar a parceria para outros países onde a plataforma Funding Circle se encontra ativa.

O Banco BNI Europa junta-se assim a um grande grupo de investidores no apoio ao crescimento e a inovação das pequenas e médias empresas em todo o mundo através da Funding Circle. Este grupo de 70 mil investidores inclui investidores institucionais como o Kreditanstalt für Wiederaufbau (KfW), o Banco Europeu de Investimento, o British Business Bank e a empresa holandesa de serviços financeiros Aegon.

De acordo com Pedro Pinto Coelho, Presidente Executivo do Banco BNI Europa, “O investimento em PME‘s alemãs – o elemento básico da estabilidade económica europeia – é uma classe de ativos altamente atrativa, e a Funding Circle é o parceiro profissional que nos convenceu com sua avaliação de risco e análise de crédito. Uma combinação perfeita: tanto o Banco BNI Europa, como a Funding Circle, comprovaram que são capazes de estimular as economias locais através da inovação tecnológica e financeira”.

Thorsten Seeger, Diretor-Geral da Alemanha da Funding Circle, referiu que “A parceria com o Banco BNI Europa é um sinal importante para as PME‘s alemãs e um passo adicional para estabelecer soluções de financiamento para as empresas. O investimento de um parceiro institucional de renome como o Banco BNI Europa é um selo de aprovação do nosso modelo de plataforma de empréstimos on-line e estimula a nossa missão de facilitar o acesso ao financiamento para pequenas e médias empresas reduzindo a sua dependência de um sistema bancário desatualizado. Além de entregar retornos atraentes aos investidores, também medimos o nosso sucesso através de nossa contribuição imediata para estimular a economia local “.

A deteriozação das condições de financiamento, especialmente para as pequenas e médias empresas, tornou-se um dos principais obstáculos à inovação e ao crescimento nos últimos 10 anos. Quanto mais jovens e mais pequenos os negócios, maiores os obstáculos – apesar da boa solvência. De acordo com um estudo da KfW, mais de uma em cada 4 empresas com um volume de negócios anual de até 1 milhão de euros relatou crescentes dificuldades de acesso ao financiamento na Alemanha (*).

Combinando conhecimentos financeiros e inovação tecnológica, a plataforma Funding Circle preenche esta lacuna, proporcionando às pequenas e médias empresas acesso a financiamento acessível e flexível através do mercado da plataforma de empréstimos on-line.

Até ao momento, a plataforma Funding Circle facilitou empréstimos a mais de 40.000 empresas em todo o mundo com um valor acumulado de mais de 4,7 bilhões de euros, gerando retornos estáveis para seus investidores.

Ao assinar a parceria estratégica com o Banco BNI Europa, a Funding Circle continua a sua história de crescimento bem sucedida na Alemanha. Em dezembro, a empresa atingiu o marco de 100 milhões de empréstimos financiados por meio de sua plataforma na Alemanha. Pouco antes, os volumes de empréstimos globais facilitados pela Funding Circle passaram a marca histórica de US $ 5 bilhões.

(*) Com base no tamanho médio do crédito e no número médio de empregos que foram direta e indiretamente criados por empresas financiadas pelo Funding Circle; Fonte: estudo CEBR, 2016.

Sobre Banco BNI Europa

O Banco BNI Europa é hoje o banco digital em Portugal com maior taxa de crescimento, tendo como missão oferecer aos seus clientes uma plataforma digital moderna e de baixo custo com produtos inovadores ajustados às suas necessidades.

O Banco BNI Europa tem como objetivo desafiar o ecossistema bancário tradicional colaborando com fintech’s para lançar novos produtos permitindo utilizar a tecnologia mais avançada em termos de análise de risco, experiência do consumidor e entrada rápida no mercado. Esta orientação estratégica permite que o Banco BNI Europa se afirme como um “Challenger Bank”, assente na lógica de arquitetura aberta e na diferenciação. Este posicionamento permite ainda ao Banco BNI Europa destacar-se como uma referência na nova geração “Fintech” de bancos Europeus e continuar com taxas de crescimento significativas.

Sobre Funding Circle

Funding Circle (www.fundingcircle.de) é a plataforma líder mundial de empréstimos para pequenas empresas. Desde o seu lançamento em 2010, os investidores da Funding Circle já emprestaram mais de 4,7 bilhões de euros a mais de 40 mil pequenas e médias empresas em todo o mundo. Mais de 70.000 investidores de retalho, bem como instituições financeiras (como a KfW, o Banco Europeu de Investimento e o Banco Britânico de Negócios) apoiaram essas empresas ao fornecer recursos através da plataforma Funding Circle, contribuindo assim para a criação de cerca de 100 mil postos de trabalho.

A Funding Circle liderada por Thorsten Seeger (anteriormente Barclays e Lloyds Banking Group) tem uma equipa de gestão que combina profundos conhecimentos financeiros e tecnológicos. A Funding Circle está sediada em Londres (Grã-Bretanha) e também tem operações nos EUA e nos Países Baixos.

Sobre os mercados de empréstimos on-line

As pequenas e médias empresas alemãs têm revelado grandes dificuldades no acesso ao crédito através de bancos tradicionais, apresentando-se as plataformas de crédito on-line, nomeadamente a Funding Circle, como uma alternativa confiável para ultrapassar os atuais constrangimentos.

Através de sua plataforma, a Funding Circle concede empréstimos de 5.000€ a 250.000€ para o financiamento do crescimento e a inovação das PME‘s alemãs, dando uma resposta rápida e flexível: as empresas recebem a proposta em 48 horas sendo que a disponibilização do crédito acontece no prazo de sete dias. O reembolso pode acontecer antecipadamente sem qualquer encargo adicional. Para os investidores, os investimentos em empréstimos para pequenas e médias empresas fornece acesso a uma classe de ativos estáveis com retornos atraentes.

Banco BNI Europa considerado como Médio ou Pequeno Banco que mais cresceu

Este prémio tem especial relevância por ser exclusivamente baseado na avaliação de três critérios de crescimento: Recursos Captados, Produto Bancário e Crédito Concedido.

Este prémio veio juntar-se a outras distinções internacionais já conseguidas pelo BNI Europa em 2017, nomeadamente: “Best Internet Bank 2017” pela Global Business Outlook, “Bank of the year” pela European Global Banking and Finance, “Best Digital Bank” pelo Global Banking and Finance Review, “Excellence in growth for retail banking” pela Finance Digest e “The Most Innovative Bank – Portugal” pela International Finance Magazine . A título individual, o Eng.º Pedro Pinto Coelho, CEO do Banco BNI Europa, foi distinguido pela ACQ (Aquisition Finance) com o prémio GAMECHANGER OF THE YEAR 2017 – Portugal.

Com três anos de existência, o Banco BNI Europa, é um banco digital, assente numa plataforma inovadora estabelecendo parcerias com Fintech’s tendo como objetivo acelerar o crescimento e a oferta de produtos e serviços, permitindo utilizar a tecnologia mais avançada em termos de análise de risco, experiência do consumidor e entrada rápida no mercado.

Esta estratégia permitiu ao Banco BNI Europa virar-se para o mercado europeu na captação de depósitos, tendo em 2016 o crescimento dos seus recursos atingido 5191,6, situação que lhe permitiu ganhar o prémio da Revista Exame.

Ao longo de 2017 o Banco BNI Europa deu continuidade à sua estratégia, tendo em junho de 2017 os ativos crescido 37,0% no semestre, atingindo os quase 500M€.

O produto Bancário cresceu 147,7%, fixando-se em 6,8M€, com o resultado líquido a atingir os 2,7M€, permitindo recuperar dos prejuízos de 2016.

O Banco BNI Europa tem também vindo a especializar-se na gestão de soluções alternativas de captação de recursos e de crédito, tendo já estabelecido parcerias com 12 Fintech’s europeias, através das quais disponibiliza depósitos a prazo e financia operações de crédito em diversas jurisdições europeias. As operações de crédito financiadas incluem crédito ao consumo a particulares e estudantes, crédito a PME’s, incluindo-se factoring e financiamento imobiliário.

Esta estratégia permite ao Banco afirmar-se como um “Challenger Bank”, assente na lógica de arquitetura aberta e na diferenciação. Este posicionamento permite ainda ao Banco BNI Europa destacar-se como uma referência na nova geração “Fintech” de Bancos Europeus e continuar com taxas de crescimento significativas.

Banco BNI Europa: soluções especializadas à distância de um clique

Num mundo cada vez mais digital, também a banca está em profunda mudança.  Entre os desafios que o setor da banca enfrenta, a experiência do cliente é um ponto fulcral, dada a relação direta que existe. E a verdade é que um dos pontos visíveis da transformação digital é que as exigências dos clientes, com a evolução dos tempos, estão a levar as instituições a repensarem o negócio e hoje as pessoas têm “múltiplas formas de se dirigir ao banco”. Quer seja pela internet ou através do smartphone, as instituições financeiras “foram, ao longo do tempo, criando novas formas e canais, acompanhando a evolução dos tempos”.

Para o BNI Europa, como qualquer instituição, a sua principal preocupação é o cliente. No entanto, “temos de saber distinguir bem a capacidade do cliente de se ajustar às plataformas digitais, dependo de, entre outros fatores, da idade e da sua relação com as tecnologias e adaptação às novas ferramentas. Para isso é preciso haver alguma aculturação e educação tecnológica”, começa por referir Pedro Pinto Coelho.

O BNI Europa tem apostado nas plataformas digitais e acredita que podem ser utilizadas por qualquer pessoa que esteja habituada a trabalhar com aplicações no seu telemóvel e isso é “realmente trazer o setor para o presente e o futuro, até porque a grande transformação que se está a dar não é tanto a banca eletrónica, mas sim no que diz respeito à possibilidade de o cliente, através do seu telemóvel, a qualquer momento e em qualquer lugar, poder aceder ao seu banco, quer seja para consultas, quer seja para efetuar transações ou até mesmo contrair um crédito”, avança o nosso entrevistado.

Os bancos estão a transformar-se internamente para que os processos sejam desmaterializados e o mais otimizados e automatizados possíveis. Por sua vez, na relação com o cliente, estão a ser desenvolvidas ferramentas para que, de forma intuitiva, as pessoas possam rapidamente encontrar e solucionar o que procuram.

Parcerias e especialização

O Banco BNI Europa e a Edebex celebraram uma nova parceria com vista à disponibilização imediata de uma plataforma online de compra e venda de faturas junto das empresas portuguesas com necessidades de tesouraria. Pedro Pinto Coelho afirma que o BNI Europa está empenhado em investir na economia portuguesa, nomeadamente no segmento das PME e que está, igualmente, focado em encontrar produtos para determinados nichos de mercado que possam estar “mal servidos”, isto é, cujos produtos e soluções não correspondam verdadeiramente às suas necessidades. “O BNI Europa já era parceiro da Edebex noutros países onde operam e decidimos trazer esta solução para Portugal por dois motivos: é uma forma de agregar um produto inovador ao banco e, por outro lado, trata-se de trazer algo inovador e diferenciador para o mercado português. A grande vantagem acaba por se prender com o facto de se tratar de um processo inteiramente digital. Desde o momento em que o cliente se regista na plataforma online até ao momento em que recebe o valor da fatura, todo o processo é digital”, avança Pedro Pinto Coelho.

Para o nosso interlocutor, este é um segmento que tem sido menosprezado pela banca. “Como sabemos, o tecido empresarial português é composto, maioritariamente, por pequenas e médias empresas. Os processos são muito morosos e os bancos não mostram muito interesse neste segmento. Quando mostram, tentam “amarrar” o cliente ao serviço universal do banco. É aqui que o BNI Europa se diferencia. Vai ao encontro destes nichos e oferece soluções para necessidades específicas”, realça o Executive Chairman do Banco BNI Europa.

Este é mais um passo na direção que o banco quer seguir, de implementar uma estratégia digital para impulsionar os investimentos do banco através de plataformas de Fintech.

O BNI Europa pretende ser um player especializado e seguir essa linha de se focar em segmentos específicos, ao mesmo tempo que quer abraçar parcerias com empresas tecnológicas que lhe permite acelerar o leque de oferta. “Rapidamente os bancos vão chegar à conclusão de que é muito difícil desenvolverem todos os seus produtos sozinhos. Está a assistir-se a profundas evoluções tecnológicas e ao surgimento de startups que procuram encontrar formas diferentes de oferecer soluções, o que obriga os bancos a equacionarem a forma de fazerem as suas transações. Mas nem a banca, nem este tecido de empresas, normalmente chamadas de Fintech, sairão vencedoras ou perdedoras. O que vai acontecer, no futuro, é uma solução híbrida de colaboração, onde o BNI Europa será o pioneiro na aposta destas parcerias”, salienta Pedro Pinto Coelho.

Fintech, ou tecnologia financeira, é um setor composto por empresas que operam no setor financeiro e que disponibilizam soluções inovadoras. Soluções que estão a mudar o panorama da banca por todo o mundo.

Trazer o passado para o presente

A banca, como os restantes setores, precisa de estar constantemente a reinventar-se até porque, para Pedro Pinto Coelho a transformação digital chegou tardiamente ao setor financeiro por duas razões: Por um lado, a banca já funciona da mesma forma há bastante tempo e há todo um conjunto de infraestruturas que precisa de ser atualizado. Por outro lado, existe uma regulamentação que, muitas vezes, não está pensada para a era da digitalização. “Noutros setores verificamos que os clientes usam todas as ferramentas digitais disponíveis sem as questionar e estão à espera que o setor financeiro acompanhe essa evolução. Trata-se de uma questão de adaptação e de um reajustamento das normas e regulamentos que permitam aos clientes deste setor tratar de diversos assuntos relacionados com o seu banco de uma forma remota, sem papéis e sem terem, obrigatoriamente, que se dirigir a um espaço físico”, explica-nos o Chairman do BNI Europa.

O sistema financeiro e o futuro

É defendido que o «blockchain” (tecnologia subjacente à bitcoin e que está a ser alvo de estudo para várias outras soluções) e a inteligência artificial são dois dos temas que vão ser importantes para o sistema financeiro nos próximos anos.

Para Pedro Pinto Coelho, esta componente do “blockchain” vai revolucionar uma série de processos, mas não só no setor financeiro. Dando o exemplo do Trade Finance, que apoia atividades de comércio exterior, Pedro Pinto Coelho explica que tudo o que esteja relacionado com financiamento às importações ou exportações, que exige uma grande carga burocrática, com o “blockchain” o processo vai ficar menos penoso. “Será possível desburocratizar o sistema financeiro por se tratar de um conjunto de etapas que irá fazer, eficazmente, o rastreamento de todo o processo. Todos os processos que impliquem uma terceira entidade para validar irão beneficiar deste sistema, sobretudo o sistema financeiro, devido à otimização do tempo e do esforço da área operacional”, reforça o nosso entrevistado.

Quanto à inteligência artificial, com as novas tecnologias de Machine Learning que permite analisar toda a informação, os bancos, particularmente, vão beneficiar desta capacidade de analisar as várias fontes de informação que têm, o registo das transações do cliente de forma a poder, mais tarde, analisar o seu comportamento e melhor direcionar os seus produtos para os diferentes tipos de clientes.

Puzzle: a plataforma eletrónica focada no crédito ao consumo

Esta plataforma foi lançada com o objetivo de agilizar o processo de obter um crédito bancário. Se até aqui havia um sistema burocrático complexo para a concessão de crédito, com o Puzzle os clientes podem, de forma online, solicitar um empréstimo. Basta introduzir os seus dados e, rapidamente, é feita uma análise dos mesmos, do histórico e da identidade da pessoa através de uma assinatura digital, sendo dada uma resposta em menos de 24 horas. “O processo acaba por ser muito mais ágil e flexível. O BNI Europa começou pelo crédito ao consumo, mas acreditamos que podemos levar esta tecnologia a outros produtos”, afirma Pedro Pinto Coelho.

A grande vantagem do Puzzle é que pode ser integrado com outras soluções, ou seja, esta plataforma eletrónica pode ser utilizada num site de e-commerce permitindo que o cliente possa adquirir produtos optando pelo método de pagamento de crédito onde, automaticamente, o Puzzle analisa se é possível ou não a concessão de crédito e disponibiliza a transação.

EMPRESAS