Inicio Tags OGMA

Tag: OGMA

OGMA a voar mais alto

A OGMA celebra, no próximo ano, o seu centenário. 100 anos de OGMA, 100 anos de…?

São, sem dúvida, 100 anos dedicados à inovação, à engenharia aeronáutica e à afirmação da qualidade e competência da indústria aeronáutica nacional. Fomos pioneiros, estivemos presentes desde os primeiros momentos de afirmação da aviação militar em Portugal e desde sempre temos tido uma relação de grande proximidade com a Força Aérea Portuguesa. É também com orgulho que acompanhámos e participámos na entrada da inovação tecnológica na indústria, na afirmação de novas competências que fazem com que a OGMA seja um player de referência internacional ao nível da Manutenção de Aeronaves Civis, de Defesa e Executiva, de Motores e Componentes bem como no Fabrico e Montagem de Aeroestruturas. Em suma, são 100 anos de afirmação e de crescimento, sempre com os olhos postos no futuro.

A OGMA detém, hoje em dia, um papel de relevo a nível mundial no negócio da manutenção e fabricação aeronáuticas. Que fatores contribuíram para a posição sólida da OGMA no mercado?

A OGMA trilhou um caminho ao longo dos últimos 100 anos que contribuíram para alcançar uma notoriedade e um reconhecimento positivo por parte do mercado internacional. Importa ter presente que esta presença internacional não é algo que tenha começado apenas nos últimos anos. Na verdade, a internacionalização da OGMA iniciou-se bem antes, ainda no século passado, tendo como pontos altos e mais significativos os trabalhos de manutenção desenvolvidos para forças aéreas internacionais, Europeias, Africanas e do Médio Oriente, fruto da localização geoestratégica da OGMA. A estratégia desenvolvida pela empresa, tem feito com que a OGMA desenvolva uma performance positiva, numa evolução em crescendo, que se tem materializado na conquista de novos clientes, na consolidação da relação de anos com outros clientes, na aposta na capacitação tecnológica e no reforço e rejuvenescimento das equipas. Todos estes fatores contribuem para a capacidade competitiva da empresa no mercado internacional.

Em todos os setores o capital humano assume uma extrema importância no seio da organização. Portugal tem capacidade para formar bons profissionais no setor da aeronáutica?

Sim, Portugal tem excelentes escolas e Universidades com qualidade e capacidade de formar bons técnicos. A qualidade dos nossos estabelecimentos de ensino é reconhecida internacionalmente. O grande desafio que Portugal enfrenta é o de ter capacidade para responder rapidamente aos desafios de crescimento de mercado, que se traduzem na necessidade de formar mais recursos em pouco tempo. O setor da aeronáutica enfrenta bons desafios de crescimento à esfera mundial e a formação e preparação de técnicos especializados é lenta, se pensarmos em toda a exigência imposta pelas entidades reguladoras. Podemos referir que necessitamos de vários anos para formar técnicos de manutenção mecânica no seu nível inicial.

A OGMA aposta em fortalecer a formação em Portugal através de diversas iniciativas que desenvolve com as instituições de ensino: promovendo a realização de teses de mestrado, apoiando cursos técnicos através da participação dos nossos formadores, acolhendo formandos em situação de desemprego em parceria com o IEFP e, nos vários níveis académicos, acolhendo estagiários.

“Juntos voamos mais alto. E continuaremos a voar mais alto”. Que principais desafios enfrentam nesta vossa jornada?

A indústria aeronáutica e a aviação em geral estão em constante evolução. Se olharmos para trás verificámos que nos últimos 20 anos as aeronaves evoluíram do ponto de vista tecnológico e de sustentabilidade a um ritmo avassalador. Face a essa realidade, as empresas que atuam na indústria aeronáutica têm de ser capazes não só de se ajustar à realidade como de se prepararem atempadamente para as evoluções e tendências que se afirmarão nos próximos anos. Isso faz com que seja importante estar atento ao mercado e definir uma estratégia que permita preparar a OGMA para o futuro, tanto ao nível técnico e tecnológico como ao nível de recursos humanos. É esse o caminho que a OGMA tem vindo a fazer.

Desde 2011 que a OGMA abre candidaturas para programa Trainee, o qual conta já com a 6ª edição. Qual é o objetivo deste programa?

Este programa faz parte da estratégia da empresa na captação de futuros líderes e tem como objetivo possibilitar a jovens que se destacam nos seus cursos o desenvolvimento e implementação de um projeto estratégico para a nossa Empresa, melhorando ou criando um processo ou atividade inerente ao nosso negócio. O programa Trainee é acompanhado de perto pelos níveis mais altos da organização, o que dá a estes jovens a oportunidade de trabalhar de forma muito próxima da gestão da Empresa, assim como da operação.

Que balanço é possível fazer do mesmo?

Os resultados são muito positivos. Temos tido uma taxa média de retenção de 80% no programa e o contributo destes jovens para a melhoria dos nossos processos tem sido muito importantes e tem contribuído ativamente para o desenvolvimento da nossa organização.

Por altura do 99º aniversário da OGMA, o secretário de Estado da Indústria, visitou as instalações e afirmou que “a OGMA é sem dúvida o melhor exemplo daquilo que aconteceu na indústria, na mão de obra e na inovação portuguesa no último século. Que patamar a OGMA pretende alcançar?

A OGMA recebe sempre com agrado todas as manifestações públicas de reconhecimento pela qualidade das suas equipas e do trabalho por elas desenvolvido. É uma motivação adicional para que diariamente seja desenvolvido um trabalho com o patamar de qualidade elevado e exigente a que nos propomos atingir. O futuro passa por continuar a apostar na competência e experiência das nossas equipas, seja através da aposta contínua na formação como no recrutamento de jovens que pretendem fazer carreira numa área tão interessante e desafiante como é a indústria aeronáutica.

O que reserva o futuro para a OGMA? Qual é o caminho a seguir?

Encaramos o futuro com otimismo e com uma visão estratégica para o desenvolvimento contínuo da nossa empresa. Queremos afirmar cada vez mais a OGMA como um player de referência internacional, com experiência e know-how consolidados para responder aos mais diferentes desafios colocados no setor. Para isso, não só apostamos na nossa preparação técnica e humana como numa abordagem comercial competitiva junto do mercado. Queremos que os nossos futuros clientes percecionem a OGMA como o parceiro certo para a manutenção e fabrico de componentes aeronáuticos.

Qual é o potencial da indústria aeronáutica portuguesa? E que importância assume a OGMA para Portugal?

A indústria aeronáutica é encarada ao nível governamental como uma área de franca expansão e um veículo para a afirmação da indústria portuguesa além-fronteiras. Têm sido dados passos para a afirmação de um cluster aeronáutico nacional, que agrupe as diferentes empresas ligadas ao setor para a afirmação de Portugal como um especialista em aeronáutica. Parece-nos um passo interessante pois apenas com a união de esforços e com uma estratégia concertada será possível ter uma abordagem no mercado mais consistente e objetiva. A OGMA, do seu lado, continuará a dar o seu contributo para a afirmação deste cluster, participando nos principais programas aeronáuticos a nível mundial e trabalhando com os principais fabricantes numa relação de parceria consolidada. A indústria aeronáutica é, claramente, uma área na qual Portugal está a dar cartas lá fora. Importa continuar e aumentar a capacidade competitiva dos players nacionais no mercado internacional.

Social Media

0FãsGosto
110SeguidoresSeguir

EMPRESAS

Tecnologia