Inicio Tags Sporting

Tag: Sporting

PJ faz buscas em Alvalade por suspeitas de corrupção

As buscas envolvem elementos da Unidade nacional de Combate à Corrupção.

Na terça-feira, a Procuradoria-Geral da República confirmou que o Ministério Público estava a investigar um alegado esquema de corrupção relacionado com a compra de equipas de arbitragem no andebol e que envolvia o Sporting.

Numa resposta enviada na terça-feira à agência Lusa a propósito do caso revelado pelo jornal Correio da Manhã (CM), a PGR confirmou que o inquérito é dirigido pelo Ministério Público do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) do Porto.

Segundo a edição de terça-feira do CM, o alegado esquema de corrupção no andebol envolvia “a compra de equipas de arbitragem, quer para os leões ganharem, quer para o Futebol Clube do Porto, com o qual disputaram o campeonato até ao fim, perder” e abrangeu a época de 2016/17, ganha pelo Sporting.

O CM citava conversas e trocas de mensagens de voz entre empresários, na aplicação da internet WhatsApp, e que segundo o jornal “mostram como André Geraldes, hoje diretor de futebol do Sporting, coordenava toda a batota”.

O jornal publicou ainda uma entrevista com um empresário – Paulo Silva -, alegadamente intermediário em todo o esquema, que confessou ter alinhado no esquema de corrupção “ao serviço do seu clube do coração [Sporting]” e disse que recebia 350 euros por cada árbitro de andebol que corrompia.

A Federação de Andebol de Portugal (FAP) anunciou na terça-feira que vai denunciar ao Ministério Público (MP) a alegada corrupção a equipas de arbitragem por parte do Sporting, remetendo ainda o processo para o Conselho de Disciplina (CD).

A FAP emitiu um esclarecimento sobre a notícia avançada pelo jornal Correio da Manhã a propósito do alegado esquema de corrupção para favorecer os ‘leões’ na época 2016/17, quando o Sporting conquistou o título de campeão nacional, após 16 anos de jejum.

LUSA

Jorge Jesus: “Sporting tem todas as condições para chegar à final da Liga Europa”

“É um sonho, e, mais do que um sonho, pode ser uma realidade. O Sporting tem todas as condições para poder chegar a uma final desta competição”, disse Jorge Jesus, na conferência de imprensa que antecedeu o treino dos ‘leões’ no relvado sintético do Astana Arena.

O técnico garantiu que o Sporting “vai fazer tudo para conseguir um resultado positivo” no jogo de quinta-feira, agendado para as 16:00 horas de Lisboa, reconhecendo que o campeão cazaque, que tem estado sem competir devido à pausa de inverno, é um adversário difícil.

“É um adversário que no seu estádio é difícil e perigoso. Vamos avançar hoje para adaptação ao sintético. Amanhã [quinta-feira] vamos ter mais dificuldades porque o adversário também tem direito a sonhar”, disse.

Jesus criticou o piso do Astana Arena e admitiu não ter levado o defesa central Jérémy Mathieu para a capital cazaque por o jogo se ir disputar num relvado sintético.

“Se eu mandasse na FIFA ou na UEFA sintéticos zero. Podem dizer que são de última geração, mas é tudo treta ao pé da relva”, afirmou.

O treinador do Sporting voltou a garantir que a primeira prioridade do clube “é ser campeão em Portugal”, mas reconheceu que ganhar a Liga Europa é mais prestigiante.

“Toda a gente sabe que em Portugal, os ‘três grandes’ definem o campeonato como prioridade (…) Fizemos tudo para estarmos aqui em condições. Queremos chegar o mais longe possível”, disse o treinador.

Com a equipa a lutar em várias frentes — Liga Europa, Liga portuguesa e Taça de Portugal, e admitindo que “o sucesso, às vezes, paga-se caro”, Jorge Jesus garantiu que vai apresentar em Astana uma equipa forte e empenhada em conseguir um resultado positivo.

“Vai ser jogo a jogo, vamos lançar no jogo aqueles que pensamos que vão dar as melhores respostas para que a equipa esteja forte que consiga fazer um bom resultado para chegar a Lisboa em vantagem”, afirmou.

O Sporting, atual terceiro classificado da Liga portuguesa, com os mesmos pontos do segundo, o Benfica, chega à Liga Europa depois de ter terminado no terceiro lugar no grupo D da Liga dos Campeões, atrás do FC Barcelona e da Juventus.

O encontro de quinta-feira, que terá início às 16:00 de Lisboa, será arbitrado pelo francês Ruddy Buquet. A segunda mão joga-se em Alvalade, em 22 de fevereiro.

LUSA

ASAE detém homem por venda ilegal de bilhetes antes do Benfica-Sporting

Em comunicado, a ASAE refere que desencadeou, no dia do jogo, uma operação de fiscalização no âmbito do combate à especulação na qual deteve uma pessoa “pelo crime de venda irregular de bilhetes (em especulação dos preços apresentados em valor facial)”, tendo também apreendido dois bilhetes para o jogo com valor de 25 euros/cada e pelos quais eram pedidos 160 euros.

O arguido será hoje presente a Tribunal.

Na mesma operação foram fiscalizados 41 operadores económicos, tendo os inspetores da ASAE instaurado três processos de contraordenação por falta de processo ou processos baseados nos princípios da Análise de Perigos e Controlo de Pontos Críticos (HCCP, sigla em inglês) e falta de afixação de aviso de forma visível com a menção de proibição de consumo de álcool.

LUSA

Balanço policial em torno do dérbi salda-se com 14 detenções

PSP registou neste policiamento até ao momento 14 detenções, 13 delas por posse de engenhos pirotécnicos e um por arremesso de objetos às forças policiais. O policiamento decorreu sem incidentes de maior”, disse à Agência Lusa a comissária Helga Fiúza.

Esta força de policial levantou ainda um auto de notícia de contraordenação e um auto de identificação por excesso de álcool.

Tal como na ida para o Estádio da Luz, na caixa de segurança que conduziu os adeptos do Sporting para o Estádio de Alvalade contou com a presença do presidente dos ‘leões ‘, Bruno de Carvalho.

O Benfica empatou esta quarta-feira, com o Sporting, por 1-1, em jogo da 16.ª jornada da I Liga de futebol, com os golos a serem apontados por Gelson Martins, aos 19 minutos, e Jonas, aos 90.

Com este resultado o Sporting desce para o segundo lugar da I Liga, com 40 pontos (FC Porto assume a liderança isolada, com 42 pontos, fruto do triunfo frente ao Feirense, por 2-1), e o Benfica permanece no terceiro posto, com 37.

LUSA

Sporting defronta Steaua no “play-off” da Liga dos Campeões

Os “leões” recebem os romenos a 15 ou 16 de agosto, fechando a eliminatória fora de casa a 22 ou 23.

Na fase de grupos da Liga dos Campeões, estão já o Benfica, campeão português, e o F. C. Porto, segundO classificado da I Liga de 2016/17.

O Sporting tenta atingir a fase de grupos pelo segundo ano consecutivo e juntar-se a Benfica e FC Porto que têm entrada direta.

Jorge Jesus fica

O Sporting perdeu com o Desportivo de Chaves por 1-0 e está fora da Taça de Portugal. O único golo do encontro foi apontado por Carlos Ponck aos 87 minutos.

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, usou o Facebook para se pronunciar acerca da eliminação do Sporting da Taça de Portugal, após a derrota com o Chaves, esta terça-feira.

“Sem rodeios, esta época ao nível do futebol tem sido uma desilusão”, escreve Bruno de Carvalho. “Resta-nos lutar pelo campeonato. Atirar a toalha ao chão não é uma hipótese”, pode ler-se na publicação no Facebook oficial do presidente do Sporting.

“Estou triste, desolado, mas estados de alma não são compatíveis nem se podem confundir com as funções que assumi e que tenho tido a honra e o privilégio de exercer”, escreve Bruno de Carvalho.

Reconhecendo que nos ciclos negativos “tudo e todos são colocados em causa”, Bruno de Carvalho segura a equipa técnica. “Irei, com o treinador Jorge Jesus, fazer o que nos compete, isto é, manter a coesão de um grupo que necessita de elevar os seus níveis de entrega e de acerto técnico-tático, mas, para isso, a sua autoconfiança e autoestima têm de ser trabalhadas”.

“O plantel sofrerá um emagrecimento neste mercado de inverno, o que vai fortalecer o grupo”, revelou Bruno de Carvalho, com uma mensagem para o grupo de trabalho. “Precisamos dos melhores focados, e determinar, mais uma vez, a linha da exigência extrema que existe neste Clube”, acrescentou.

Ao Sporting só resta a Primeira Liga mas está a oito pontos do líder Benfica, numa altura em que se vai iniciar a segunda volta.

Valente tropeção dos ‘leões’ fez repetir feito infeliz de 2004

O Sporting foi derrotado este domingo pelo Rio Ave (3-1) e repetiu um registo não muito positivo para a turma de Alvalade. É que desde 2004, ou seja há 12 anos, o Sporting não recolhia aos balneários, em jogos do campeonato, em desvantagem por 3-0.

Na altura, o carrasco dos ‘leões’ foi precisamente o Rio Ave, que acabou por vencer por 4-0 a equipa então orientada por Fernando Santos.

No final do encontro deste domingo, Jorge Jesus mostrou-se algo resignado com o resultado e deu os parabéns à equipa de Vila do Conde: “Há que dar mérito ao Rio Ave, que soube matar o Sporting no momento certo”.

“Por muito que se passe a mensagem, é complicado mudar o chip da Champions para o campeonato”, atirou também o técnico do Sporting.

Diretor do Sporting suspenso por agressão a jogador do Benfica

O diretor da secção de futsal do Sporting, Miguel Albuquerque, no seguimento da agressão ao atleta do Benfica Bruno Coelho, foi esta sexta-feira suspenso pelo Conselho de Disciplina da FPF por 16 meses.

O dirigente estava a cumprir ‘castigo’ desde 17 de junho deste ano, 4 dias depois de ter entrado em vias de facto com o jogador, mas, no caso, por expressões e gestos dirigidos ao público do encontro.

Albuquerque fica suspenso por 16 meses e terá de pagar uma multa pecuniária no valor de 408 euros.

Jesus é o “verdadeiro artista” aos olhos de Bruno de Carvalho

O Sporting visitou ontem, quarta-feira, o reduto do Real Madrid. Surpreendentemente, os ‘leões’ estiveram quase sempre à frente do marcador, mas, nos minutos finais, acabaram por perder o encontro.

Esta quinta-feira, já com o resultado arrumado, Bruno de Carvalho, presidente do clube, pronunciou-se sobre o encontro, deixando rasgados elogios a Jorge Jesus, mas dando também os parabéns a adeptos e, claro está, jogadores.

“Não existem vitórias morais mas existem orgulho e dignidade. Um orgulho tremendo e agradecimento aos milhares de sportinguistas que fizeram questão de estar presentes. Um orgulho tremendo numa equipa que vincou o seu talento e personalidade no Santiago Bernabéu demonstrando que a nossa identidade não muda perante adversários ou recintos, que somos orgulhosamente Sporting Clube de Portugal”, começa por referir o dirigente máximo dos ‘leões’ numa publicação no Facebook.

“Um orgulho tremendo no treinador, restante equipa técnica e staff. Um verdadeiro artista cujo talento inspira os que comanda e que utiliza os campos para produzir obras de arte que vão sendo a imagem de marca do Sporting CP”, afirma o presidente do emblema de Alvalade.

“Foco, humildade e trabalho serão o segredo, o 12.º jogador o ingrediente extra que transforma tudo num grupo fortíssimo e extra motivado. Este ano queremos vencer, queremos atingir a Glória em todas as modalidades que representamos e contamos com todos para atingir esse objectivo”, finaliza.

Sporting: o problema é que o Ronaldo quando bate, bate bem

Há uns dias, o Financial Times trazia uma história sobre a BCA, uma financeira canadiana que se pusera a teorizar sobre o fim do mundo e que o fim do mundo seria a mãe de todos os tail risks. Coisas de investimentos e altas finanças e especulação, não sei se me estou a fazer entender. Mas o que a BCA calculava – e isso é que o FT e, a bem de ver, toda a gente queria saber – era o Armageddon, o Dia do Juízo Final, o Fim do Mundo.

E era assim que estava no FT: “Há uma grande hipótese de a raça humana vir a desaparecer em 2290 e uma hipótese ainda maior de ser extinta em 2710”. E a BCA lá tentava justificar-se, recorrendo aos índices de fertilidade do homem e da mulher, que subirão para três, o que tornará escassos os recursos e o espaço. Assim, quando todos estivermos acotovelados, uns nos outros, o mundo, tal como o conhecemos… puff. O fim.

Mas os que lá chegarem a 2290 ou a 2270 olharão para trás, para 2016, e saberão que uma equipa de Portugal que se chama Sporting Clube de Portugal e não Sporting Lisbon – é uma exigência expressa dos seus adeptos – foi a Madrid bater o pé ao melhor clube do século XX. E que esse dia, 14 de setembro de 2016, poderia ter sido o ideal para isto tudo terminar em beleza, com um triunfo improvável e histórico, sim, mas sobretudo justo – até às 21h07m, hora portuguesa.

Porque foi nesse instante que as coisas começaram a mudar: Zidane trocou Benzema por Morata e Lucas Vázquez por Gareth Bale – e, fundamentalmente, Gelson Martins saiu de cena para entrar Markovic. O Real soltou-se e acelerou, o Sporting encolheu-se e deixou de ter quem pudesse dar velocidade; e as oportunidades que os merengues não tinham criado antes foram aparecendo, obrigando o Sporting a recuar e a entregar-se ao jogo da sorte contra uma equipa que tem Ronaldo, a quem o azar não costuma bater duas vezes à porta – na primeira vez, atirou ao poste; na segunda, fez o empate num livre direto e foi o seu terceiro golo ao Sporting em três encontros. Depois, numa perda de bola escusada de João Pereira, o Real chegou à vitória, por Morata.

E isso, a que Jorge Jesus acabaria por chamar de inexperiência, apaga um bocadinho o que fora feito até à derrocada. Por exemplo, que o Sporting entrou em Madrid a olhar para o Ronaldo e para o Benzema e para o Bale e para o Modríc e para o Ramos e para o Casemiro como se eles fossem uns quaisquer. Que Jesus, por não ter o que Zidane tem, teve de ser mais esperto do que o francês, inventando soluções onde estas não existiam para tentar reequilibrar o que, à partida, nasceu desequilibrado. E que foi com estes esquemas que o Sporting amarrou Modríc (com Adrien e William e Bruno César) e controlou a profundidade da equipa que melhor contra-ataca no planeta (a defesa não esteve tão subida como de costume). E que, por fim, foi Gelson e não Ronaldo ou Bale (ou outro qualquer) o melhor futebolista em campo.

Esta derrota não foi o fim do mundo, mas pode ser o começo de outro, suportado numa ideia que muitos destes futebolistas trazem do Euro2016 – tudo é possível.

EMPRESAS