Compromisso Real com a Qualidade

Rural Futuro, uma marca que assume, desde a sua génese, e como estratégia, uma aposta clara e concreta na qualidade, tudo para cumprir as expectativas e exigências dos clientes e consumidores. “Assumimos o compromisso de fornecer produtos de qualidade e seguros”, revela Fernando Pais, Administrador da Rural Futuro, em entrevista à Revista Pontos de Vista, onde foi também abordada a participação da marca na MIF – Feira Internacionald e Macau. Conheça mais.

1981
Fernando Pais

A Rural Futuro assume-se como “uma empresa criada a pensar em si”. Qualidade é, aliás, um conceito desde sempre integrado na cultura desta entidade. Em que principais aspetos têm manifestado esta total e consistente preocupação com a pessoa que vos procura?
Na Rural Futuro, a qualidade é assumida como objetivo estratégico e desde o início os responsáveis e colaboradores da empresa têm desenvolvido um trabalho permanente e sistemático no sentido de integrar os conceitos de qualidade na cultura da empresa.
A nossa permanente focalização nas necessidades e expectativas do mercado permite identificar como fatores essenciais para o cliente o fornecimento de produtos seguros e o cumprimento de requisitos legais e regulamentares aplicáveis, que sejam evidenciados pelos elevados padrões de qualidade apresentados. Nesse sentido a Rural Futuro; Lda tem um comportamento pró-ativo e rigoroso no que respeita à qualidade e segurança alimentar, procurando manter uma imagem assente na elevada qualidade e segurança dos nossos produtos e na total satisfação dos nossos clientes e consumidores.
Nesse sentido, a filosofia de gestão da Rural Futuro, Lda, baseia-se na satisfação dos seus clientes e consumidores, na segurança dos seus produtos, na satisfação dos colaboradores e numa relação de confiança com os seus fornecedores, assumindo o compromisso de fornecer produtos de qualidade e seguros que proporcionam total confiança ao nosso cliente e consumidor.
Com base nos requisitos deste referencial, a Rural Futuro, Lda. garante a conformidade dos processos e procedimentos que contribuem para a qualidade e segurança alimentar dos produtos por si comercializados, desde a sua origem, procurando através de relações de parceria com os seus clientes estender esses níveis de qualidade até ao consumidor final.
Aspeto fundamental para a qualidade dos nossos produtos são os nossos fornecedores com os quais mantemos uma relação de grande proximidade e confiança. Desta forma garantimos a elevada qualidade de produtos por nós fornecidos, reforçada por processos controlados com base em critérios de elevada exigência ao nível da qualidade e segurança alimentar e em total conformidade com requisitos legais e regulamentares aplicáveis.
Ruralfuturo1
Para a qualidade extrema do leite, é feito um exaustivo e rigoroso controlo das explorações. Passo a passo, que procedimentos são tomados para que nada falhe?
Explorações – O controlo nas explorações é um dos fatores determinantes para a qualidade deste produto-leite. Assim temos um controlo rigoroso desde a sanidade dos rebanhos, frio dos tanques, alimentação e todos os fatores que de uma forma ou outra nos garantam a inocuidade do produto. Para isso possuímos uma equipa nos domínios da Zootecnia e Veterinária que faz o controlo rigoroso nas explorações. Antes de ser retirado o leite das explorações é verificada a acidez, ph, temperatura, odor e aspeto físico do leite. Após este procedimento é retirada uma amostra individual por produtor a fim de ser enviada para o laboratório.
Recolha e transporte – No centro de recolha antes da descarga do leite são retiradas amostras para as análises físico-químicas do mesmo:
– deteção de antibiótico
– Mistura de outras espécies
– Acidez
– Temperatura
– Ph
Para uma maior fiabilidade e transparência das análises, alem das anteriores são enviadas outras para um laboratório interprofissional. Este centro de recolha permite um controlo rigoroso de toda a restabilidade desde as explorações até ao consumidor final.
Entrega – Com uma frota de viaturas com ATP, ou seja certificados e homologados para transporte de produtos alimentares, podemos deslocarmo-nos a qualquer lado com pontualidade e eficiência de serviço. Aquando da entrega verificamos novamente algumas características químicas do leite, principalmente ph e temperatura ou seja conseguimos através de um rigoroso controlo todo a rastreabilidade do Produto desde a origem ate ao consumidor final.

Se o leite de cabra possui propriedades mais benéficas para a saúde do que o leite de vaca, o leite de ovelha, por sua vez, é de todos o mais aceitável pelo sistema digestivo humano. Quais são as principais diferenças entre estes dois produtos que importa dar a conhecer ao nosso leitor? Que mitos ainda existem?
O leite de cabra tem propriedades mais benéficas para a saúde do que o leite de vaca, nomeadamente na prevenção da falta de ferro e da desmineralização óssea. Uma boa opção para as mães que não conseguem amamentar é dar leite de cabra ao bebé.
Para além disso, este tipo de leite:
– favorece a utilização digestiva e metabólica de minerais como o ferro, cálcio, fósforo e magnésio.
– ajuda a prevenir doenças como a anemia e a desmineralização óssea.
– é especialmente ativo na neutralização da acidez gástrica, contribui para a cicatrização das paredes do estômago.
– causa menos alergias.
– é mais fácil de ser digerido.
– tem menos colesterol, mais cálcio e menos açúcar.
O leite caprino não é o substituto ideal do leite materno, mas, dentro das outras opções, é o que mais se aproxima em relação aos benefícios que traz ao bebé.
O leite de ovelha é tanto nutritivo quanto saboroso. Possui uma coloração branca intensa e homogénea.
O seu sabor é levemente adocicado e suave, com aroma próprio.
Contém glóbulos de gordura, conferindo uma cremosidade única ao leite e seus derivados, temos que ver este produto como futuro alimento na dieta humana.
O leite de ovelha é mais aceitável pelo sistema digestivo humano em comparação aos leites de vaca e cabra. Comparado ao leite de vaca, o iogurte feito com leite de ovelha tem o dobro de quantidade de cálcio e proteínas e 50% mais de ferro. É também mais rico em vitaminas A,D,C,E e complexo B e contém menos sal.
O queijo de ovelha contém alta concentração de nutrientes essenciais, em particular proteínas e cálcio de alta qualidade, assim como outros nutrientes como fósforo, zinco, vitamina A, riboflavina e vitamina B12.
A lactose é o maior carboidrato no leite de ovelha, é um nutriente valioso porque favorece a absorção intestinal do cálcio, magnésio e fosforo e a utilização da vitamina C.
O leite de ovelha contem ácido lático, uma forma conversora de lactose, tornando-a mais facilmente aceite pelas pessoas intolerantes à lactose.

As empresas lusófonas procuraram na MIF novos parceiros de negócios chineses para relações sustentáveis e a longo prazo. Foi também este o propósito da Rural Futuro? Que balanço é possível fazer da vossa passagem pela Feira Internacional de Macau?
Sim, sem dúvida. Fazemos um balaço positivo, uma vez que só em termos da comunidade lusófona existem cerca de 250 milhões de pessoas que falam a língua de Camões; e possível trocar ideias, definir estratégias, entre países que embora com cultura muito diferentes tem muitas afinidades Por outro lado, mostrarmos que apesar de sermos um país pequeno, somos um país com uma riqueza endógena de produtos de alta qualidade. Estes produtos podem ser utilizados para um nicho de mercado diferenciado.