Expo Animal convidou Braga a conhecer animais de todas as espécies

Nos dias 7 e 8 de novembro, Braga foi convidada a participar na Expo Animal 2015, um dos eventos mais relevantes da área. Numa aliança entre a Invest Braga, o Clube Português de Canicultura e o Clube Português de Felinicultura, sem esquecer o apoio incondicional da Royal Canin como patrocinadora oficial, o Parque de Exposições da cidade acolheu cerca de 800 cães e 200 gatos por dia, que desfilaram em concursos que elegiam as suas características únicas de estética, comportamento e postura. Todas as raças foram bem-vindas e os participantes chegaram de diferentes países para dar a conhecer os seus companheiros.

1968
Sara Jorge e Rodrigo Abreu

Milhares de pessoas acorreram a esta importante exposição e o entusiasmo era sentido quer por concorrentes e seus treinadores, quer pelo público em geral que pôde, de igual modo, viver esta adrenalina, natural em qualquer competição.
No final, todos são vencedores. Mesmo não garantindo o troféu, os concorrentes de quatro patas mostraram, durante os diferentes concursos, o empenho e a determinação de um trabalho de equipa prolongado e contínuo entre treinador e cão ou gato.
Além dos concursos, diferentes expositores permitiram dar a conhecer esta área tão abrangente, onde era possível contactar com profissionais ligados à saúde, alimentação, bem-estar, higiene e alimentação animal e entidades especializadas – e apaixonadas – pelas mais diversas espécies. Isto porque cães e gatos não eram os únicos convidados do certame. Um espaço dedicado a animais exóticos convidava todos os visitantes a conhecer mini pigs, corujas, águias, sardões, dragões barbudos, cobras, entre muitos outros. Miúdos e graúdos, ainda que por vezes receosos, combatiam medos para ver de perto estas espécies, que tão impressionam como fascinam. No final, o balanço era positivo, porque o que efetivamente interessava era conhecer profundamente estas espécies. Missão cumprida! Flashes vinham de todo o lado para eternizar os momentos.
A organização da Expo Animal é já uma realidade anual e um dos eventos mais relevantes do setor. O ano de 2015 foi já a 10ª Exposição Canina Nacional de Braga e a 7ª Exposição Canina Internacional de Braga. Este evento mostrou ainda a sua grandiosidade ao contar com a presença de cães e gatos no mesmo espaço, algo inédito em Portugal. Aliás, importa, neste contexto, referir o papel determinante da Royal Canin, que se empenhou em conjugar as duas espécies num só certame. E o resultado tem sido um sucesso. Braga já não consegue imaginar um evento sem a participação destes que são os animais de companhia mais comuns entre as famílias portuguesas.

expoanimalO compromisso da Royal Canin
“Querem mais um motivo para visitar a cidade da Porta Aberta e das Catedrais?” O repto foi lançado pela Royal Canin e a verdade é que foram muitos os que não quiseram perder esta oportunidade especial e aproveitaram um fim de semana de sol para passarem pelo Parque de Exposições de Braga. E lá estava a Royal Canin de braços abertos para recebe-los, com uma equipa de sorriso constante no rosto e pronta para fazer com que esta experiência fosse única.
Este foi um evento especial, não só para o visitante. Mais do que um momento ideal para toda a família, a Expo Animal é o ponto de encontro entre os apaixonados pelos fiéis amigos de quatro patas. “Esta é uma oportunidade única para as pessoas conseguirem conviver tanto com cães como com gatos. Tivemos cerca de 200 gatos e 800 cães por dia, de variadas raças. Além disso, foi possível o contacto entre criadores e proprietários desses animais”, explicou em conversa com a Revista Pontos de Vista Rodrigo Abreu, Delegado Técnico Comercial do Canal de Criadores da Royal Canin Portugal. Daí que, para uma marca como esta, deixar de se associar a eventos desta natureza é algo impensável. E estar em Braga é também especial, sendo este já um evento marcado no calendário. “A Expo Animal é uma referência em Braga e é das exposições com maior afluência de público. A cada ano que passa a organização é melhor e é cada vez mais atraente para as pessoas. É uma referência em Braga e todos já sabem que nesta data podem ver os animais”, reforçou o responsável.
expoanimal5Pelo Parque de Exposições de Braga passaram pessoas com gostos, interesses, idades bastante díspares mas com algo em comum: a paixão pelos animais. A Revista Pontos de Vista conversou com uma em particular. Sara Jorge, membro da equipa de Telesales da Royal Canin Portugal, tem um gosto especial por eventos como este e estar ali durante aqueles dias não foi de todo um sacrifício. Porquê? “Quero partilhar o meu entusiasmo com o público. Este tipo de eventos são uma ótima oportunidade para a marca contactar com os donos e transmitir a nossa filosofia. Faz parte da nossa missão educar e permitir aos nossos clientes contactarem com os nossos criadores de cão e de gato”, respondeu entusiasticamente a responsável.
Das dúvidas que chegam, a questão da obesidade animal tem ocupado uma atenção especial. Este distúrbio nutricional tem merecido a preocupação dos donos que chegam à equipa da Royal Canin com um conjunto de perguntas: “o alimento que estou a fazer é o mais adequado? Tenho de controlar a dose diária? Posso fazer complemento com alimento húmido? Estou a cometer algum pecado com as guloseimas?”, descreveu Sara Jorge. Para todas as dúvidas, há uma resposta pronta e esclarecedora de uma equipa de profissionais, de apaixonados, de pessoas que vestem diariamente a camisola e que assumem uma filosofia espontaneamente: “o animal em primeiro lugar”.

Impacto da crise nos cuidados a ter com animais de estimação
“Noto precisamente o contrário. Cada vez há uma maior procura por informação e uma crescente preocupação com o animal e o seu bem-estar. Acredito que o público está hoje mais informado e sabe que a alimentação é preponderante para a saúde do animal e, por isso, há uma aposta muito grande nesse sentido”. (Sara Jorge)

“No que respeita à alimentação, esta ajuda a não ter problemas mais tarde e é importante na prevenção. O alimento é a base para uma vida saudável e uma longevidade e os donos dos animais estão conscientes disso, preocupando-se com a alimentação.” (Rodrigo Abreu)

expoanimal9O que foi possível encontrar no stand da Royal Canin?
– Espaço de aconselhamento: foram promovidas sessões de esclarecimento e aconselhamento nutricional para todos os donos de cães e gatos para que saibam qual o alimento mais adequado para o seu animal;
– Espaço de animação infantil: o público mais pequeno deu asas à sua imaginação, aderindo com entusiasmo às diversas atividades lúdico-pedagógicas;
– Passatempos: Roda do conhecimento (foram testados os conhecimentos do público com questões relacionadas com a nutrição e alimentação do animal) e Jogo das chaves, a partir do qual o participante se habilitou a um, dois ou três meses de alimentação gratuita.

Revista Pontos de Vista – Como é que a Royal Canin se prepara para este tipo de eventos?
Rodrigo Abreu – Em primeiro lugar, a marca tem de garantir que o evento vai de encontro à sua política de bem-estar animal. Este é o principal fator para decidir se a Royal Canin vai estar presente ou não. Se não chocar com fatores como o bem-estar e a liberdade do animal, então estaremos presentes, tentando de forma proativa educar e transmitir os valores da marca.