Labconcept, na vanguarda da inovação

A Labconcept, enquanto empresa dedicada à saúde, tem promovido um desenvolvimento notório e claro neste contexto em Angola. A sua postura inovadora permite a criação de medicamentos e equipamentos únicos e imprescindíveis a uma evolução contínua no país. Para melhor compreender esta realidade, falámos com Ana Vicente, Diretora-Geral da Labconcept, que aproveitou a ocasião para falar sobre a presença da marca na 2ª Semana da Farmácia Angolana e na III ExpoFarma 2015.

1233
Ana Vicente

Enquanto marca reconhecida pela dedicação que presta aos produtos e equipamentos de saúde, a Labconcept tem promovido o crescimento e progresso nesta área em Angola. Como definem este vosso papel, crucial num país em pleno desenvolvimento?
A Labconcept aposta, desde o início, em marcas de qualidade reconhecida, numa equipa de profissionais competentes e em formação contínua. Prestamos assistência técnica imediata com uma equipa técnica residente.

A inovação é o pilar na produção de medicamentos e equipamentos destinados à área de saúde. Neste sentido, o que podemos esperar dos produtos Labconcept?
A Labconcept procura estar em busca contínua de produtos inovadores na área da saúde, de modo a trazer para Angola meios de diagnóstico e tratamento de ponta, contribuindo assim para o crescente desenvolvimento das técnicas dos nossos clientes, bem como para a formação dos quadros integrantes.

Apesar de produzirem e distribuírem para a saúde no âmbito global, dão especial ênfase aos Bancos de Sangue e Diagnóstico Laboratorial. Porquê estas duas especialidades? De que modo a presença da Labconcept permitiu uma evolução mais evidente nestas áreas específicas?
Os Bancos de sangue têm sido a nossa grande preocupação, ao quais temos dedicado grande parte do nosso trabalho. Uma transfusão exige segurança e qualidade e com os equipamentos da marca Abbott temos conseguido passar essa segurança para os profissionais da área, garantido um serviço de excelência.
O Diagnóstico Laboratorial é o ponto principal e exato para um bom diagnóstico e consequente tratamento por parte do profissional de saúde. A aposta nesta área permite antecipar e agir de acordo com o necessário, permitindo ao doente um tratamento adequado e ajustado. Também nesta área temos contado com marcas de topo como a Abbott Diagnóstico e Molecular, Analyticon e R-Biopharm.

De forma a permitir um acompanhamento integral aos vossos clientes, a Labconcept dedica-se, ainda, às áreas de formação, consultoria e assistência técnica. O que podem dizer-nos sobre estes serviços?
A assistência técnica e formação dos nossos clientes foram sempre os nossos objetivos principais. Assumimos cada projeto como um todo e fazemos um acompanhamento muito próximo ao cliente após a instalação dos equipamentos. As marcas que representamos apostam também na formação, o que nos permite, muitas vezes, proporcionar formação para os utilizadores, no estrangeiro, nas instalações das próprias marcas.

Atualmente têm direcionado as vossas atenções para uma nova área de negócio, dedicada à formação especializada na área da saúde. Em que consiste esta vertente da Labconcept?
Ao longo do nosso trabalho verificámos que há uma grande carência na formação especializada na área da saúde. Como tal criámos a Cletraining – Formação Especializada, que aposta fortemente nesta área de formação. Temos, na nossa bolsa de formadores, profissionais com larga experiência e que muito têm contribuído para o sucesso destas ações contínuas. A Cletraining – Formação Especializada, enquanto unidade de negócio da empresa Labconcept, é a primeira em Angola, certificada pelo INEFOP, dedicada inteiramente ao setor da saúde.

O que reserva o futuro à Labconcept? De que modo continuarão a promover a inovação junto dos diferentes players da saúde em Angola? A internacionalização passa pelos planos vindouros?
A aposta na inovação será sempre um dos nossos pontos de honra. Para 2016 temos planeadas algumas novidades no que respeita ao diagnóstico precoce, ajudando assim a contribuir para o desenvolvimento e crescimento da saúde em Angola.
A internacionalização poderá ser uma das nossas apostas para o próximo ano, levando a outros países o sucesso, a inovação, a aposta no serviço e formação e o crescimento que temos vindo a desenvolver em Angola. Temos já desenvolvido contactos nesse sentido, sendo no entanto prematuro o anúncio dos mesmos.

A 2ª Semana da Farmácia Angolana e III ExpoFarma 2015 aconteceram recentemente. De que modo esteve a LabConcept presente neste evento? Qual a importância destes momentos para a saúde e inovação?
A Labconcept marcou presença nestes dois eventos, apresentando uma linha de artigos para farmácias e dando continuidade aos projetos de formação para farmacêuticos, nomeadamente ações sobre Logística Farmacêutica, Gestão de Stocks em Farmácias e Farmácia Comunitária. Este tipo de encontros são muito importantes para dar a conhecer a um maior número de profissionais de saúde os novos serviços e artigos que estão disponíveis.