Galp anuncia viabilidade comercial de mais um poço no Brasil

A Galp Energia enviou um comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

871

A Galp anunciou hoje a viabilidade comercial de mais um poço de petróleo no Brasil, o Sépia Leste, no pré-sal da Bacia de Santos, num consórcio onde a petrolífera portuguesa tem 20% e a Petrobras os restantes 80%.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Galp Energia, parceira do consórcio para o desenvolvimento do Bloco BM-S-24, informa que “o operador Petróleo Brasileiro S.A. (Petrobras) apresentou à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) a Declaração de Comercialidade (DoC) da acumulação de petróleo localizada na zona noroeste do Plano de Avaliação da Descoberta de Júpiter, naquele bloco no pré-sal da bacia de Santos, propondo que o novo campo seja designado de Sépia Leste”.

Este campo está localizado a aproximadamente 250 quilómetros da costa do Estado do Rio de Janeiro e em profundidade de água de 2.165 metros.
A empresa indica que o volume recuperável total estimado do campo de Sépia Leste “é de 130 milhões de barris de petróleo equivalente (mboe)”, acrescentando que, durante a atividade exploratória realizada, “foi constatada a extensão da descoberta de Sépia para a área de Sépia Leste (pertencente à concessão do BM-S-24), com reservatórios de excelentes características de porosidade e permeabilidade e óleo de elevada qualidade (26.º API)”.
A Galp adianta que “é esperado que as áreas unitizadas da Cessão Onerosa e BM-S-24 iniciem produção em 2019”.