As coisas de que as pessoas mais se esquecem nos hotéis

O motor de busca de voos e hotéis Jetcost apresenta a lista de coisas que os turistas mais se esquecem nos hotéis.

1649
Quarto de hotel

Relógios de ouro, vibradores, dentaduras e até uma esposa e uma mãe. O motor de busca de hotéis e voos Jetcost compilou as coisas mais surpreendentes de que as pessoas já se esqueceram em hotéis.

Nesta lista há alguns objetos bastante óbvios como os carregadores de telemóvel ou câmaras fotográficas, pijamas e roupa interior, livros e despertadores e peluches.

Há ainda pessoas que se esquecem da dentadura (chegou a ser encontrada uma com dentes em ouro que custaria mais de oito mil euros), cintas lombares e olhos de cristal ou até uma perna ortopédica.

São ainda encontrados objetos mais íntimos. São encontrados todas as semanas dezenas de vibradores, caixas de preservativos e bonecas insufláveis.

Mas ainda esquecimentos mais graves. Um casal esqueceu-se por umas horas do seu bebé de 18 meses, que deixou no berço do quarto; um empresário esqueceu-se da esposa e só deu conta quando já estava no aeroporto; outro turista esqueceu-se da mãe.

A lista de objetos perdidos é longa. A Jetcost destaca ainda em comunicado enviado às redações que foram também esquecidos em hotéis objetos como um relógio Rolex de ouro valorizado em 60 mil euros, as chaves de um Ferrari 458 e de um Rolls Royce, um vestido de noiva ou até lotes de notas escondidos.