Atentados em Paris: Polícia tentou negociar com terroristas

Ao todo, foram feitas cinco chamadas. A polícia tinha esperança de conseguir negociar com os terroristas.

1184
Praça da República, Paris

Foi divulgado na manhã desta terça-feira que, pouco tempo antes do desfecho dos ataques terroristas no Bataclan, em Paris, um dos suspeitos terá contactado a polícia francesa, avança o Le Monde.

Ao que tudo indica, cinco chamadas foram realizadas, todas com o intuito de exigir à polícia que saísse do local. Em tom de ameaça garantiam que iam fazer mais vítimas.

O terrorista assegurava que decapitaria os reféns e faria explodir o Bataclan. As negociações foram em vão e 89 pessoas, que assistiam ao concerto dos Eagles of Death Metal, acabaram por ser executadas.

Existe ainda o relato de que um dos agentes terá ficado frente-a-frente com um dos terroristas, que depois terá acionado o colete de explosivos.