Estudo da momondo revela: comida italiana é a favorita da Europa

Com a exceção dos Chineses, que preferem a comida Francesa, todos os outros 14 países inquiridos para o Travel Trends 2015 (incluindo a própria Itália) consideram que a Italiana é a melhor comida Europeia.

2704
Projeto Família Amiga

A gastronomia é sem dúvida uma das características que mais identifica um país e a sua cultura, e é uma das melhores formas de receber estrangeiros. Mas a comida é também algo muito pessoal e isso reflete-se nos resultados do estudo Travel Trends 2015, da momondo, uma vez que muitas das nacionalidades inquiridas escolheram a sua própria gastronomia como sendo a melhor da Europa: Itália (82%), Portugal (81%), Espanha (72%), China (65%) e França (61%). Para além da sua própria gastronomia os Portugueses (44%), Espanhóis (38%) e Franceses (37%) consideram que a comida italiana é a melhor comida na Europa, os Italianos preferem os pratos Espanhóis (33%) e os Chineses (35%) escolhem a comida Francesa como a melhor da Europa.

Os nórdicos preferem a gastronomia Mediterrânica
Os países Mediterrânicos consideram a sua própria gastronomia como a melhor da Europa mas, por outro lado, os países Nórdicos preferem a comida Italiana à sua própria comida: Alemanha (38%), Dinamarca (38%), Suécia (36%), Holanda (32%) e Noruega (28%).

Com a exceção dos Chineses, que preferem a comida Francesa, todos os outros 14 países inquiridos para o Travel Trends 2015 (incluindo a própria Itália) consideram que a Italiana é a melhor comida Europeia. Apesar de surgir como segunda opção em alguns países, esta comida é sempre indicada e reúne altas percentagens quando a pergunta é: “Qual é o país Europeu com a melhor gastronomia?”.

O Top 3
Para além da Italiana, a comida Francesa e Espanhola são as preferidas para os países inquiridos. Todas as 15 nacionalidades participantes no estudo incluíram a comida Italiana no top 3 das suas favoritas, a Francesa surge no top 3 de 13 destas nacionalidades e, por fim, a Espanhola esta incluída no top 3 de 7 países.