Bomba no avião do Egito estava na cabine de passageiros

A bomba que causou a queda do avião russo na província do Sinai, no Egito, no mês passado, encontrava-se na cabine principal do avião, avança o jornal Kommersant. As indicações iniciais eram de que a bomba estaria no porão.

935
Vladimir Putin

O jornal refere ainda que uma fonte próxima da investigação russa das causas do desastre, que vitimou 224 pessoas, explica que o epicentro da explosão parece ter sido na parte de trás da cabine principal, perto da cauda do avião.

“De acordo com uma versão preliminar [dos acontecimentos], a bomba poderia estar debaixo do assento de um passageiro, do lado da janela. O seu acionamento levou à destruição do caixilho da janela e despressurização da cabine, o que teve um papel explosivo”, afirma a mesma fonte.

Ontem, foi confirmado que a queda do avião foi um ato terrorista. Em reação, o presidente da Rússia, Vladimir Putin prometeu “punir” os responsáveis e intensificar os ataques aéreas contra o grupo extremista Estado Islâmico.