Mulheres, as injustiças que se mantêm 100 anos depois

Uma campanha listou dados relacionados com as condições em que as mulheres vivem e pediu a um grupo de meninas para dizerem se se tratavam de informações de 1915 ou de 2015.

1006

As meninas não imaginavam que ainda hoje “70% das mulheres sobrevivem com menos de um dólar por dia”, “62 milhões de meninas não vão à escola” e que, diariamente, “39 mil meninas são forçadas a casar antes de terem 18 anos”.

Lançado pela Focus Features, a ideia é também divulgar o filme ‘As Sufragistas’, que já estreou em Portugal e que mostra a luta das primeiras feministas para conquistar o direito ao voto.

A iniciativa desta campanha criou ainda a hashtag #HopeForOurDaughters (esperança para as nossas filhas) e por cada fotografia publicada no Instagram com essa hashtag, a Focus doa um dólar para a organização Equality Now, que luta pelos direitos das mulheres.