Nike vai comprar 12 mil milhões de dólares de acções próprias

Depois do ano mais rentável de sempre, a fabricante norte-americana de roupa e calçado desportivo autorizou um plano de recompra de 12 mil milhões de dólares de ações próprias. A recompra deverá fazer-se ao longo de quatro anos.

1751

Em documento divulgado na última quinta-feira, a Nike revelou ter autorizado um plano de recompra de 12 mil milhões de dólares (11,2 mil milhões de euros) de ações da própria cotada.

Esta decisão surge depois de no ano fiscal terminado em Maio passado, os lucros da cotada terem aumentado 22% para 3,27 mil milhões de dólares (cerca de 3 mil milhões de euros) e as vendas terem crescido 10% para 30,6 mil milhões de dólares (28,6 mil milhões de euros). Tratou-se do ano mais rentável de sempre para a empresa norte-americana.

Este plano de recompra deverá prolongar-se ao longo de quatro anos e será, presumivelmente, iniciado no final do ano fiscal em curso.

O anúncio foi feito já depois de a fabricante norte-americana de roupa e calçado desportivo ter anunciado, em Outubro último, que espera elevar o volume de vendas em 60% para 50 mil milhões de dólares (46,7 mil milhões de euros) até 2020, especialmente potenciado pelo crescimento das vendas de roupa de senhora e das vendas online.

Recentemente, a Nike também aumentou os dividendos trimestrais de 28 para 32 cêntimos por ação, numa altura em que a cotada mais do que triplicou o seu valor em bolsa desde o fim da última recessão.

A Nike segue a valorizar 4,72% para 122,80 dólares na sessão desta sexta-feira na bolsa alemã, isto quanto ainda se aguarda pela abertura de Wall Street.