Fusão Allergan/Pfizer pode criar maior farmacêutica do mundo

Empresas estão muito perto do acordo total. Título de negócio do ano pode mudar de mãos já esta semana.

766

Vem aí o maior negócio de sempre no setor da farmacêutica. Depois de avançar a notícia de uma aproximação entre a Pfizer e a Allergan há cerca de um mês, o Wall Street Journal revela hoje que o acordo está selado, faltando apenas a autorização dos conselhos de administração para que seja dada a confirmação oficial.
Não são ainda conhecidos todos os detalhes, mas a imprensa norte-americana garante que o negócio envolve a troca de 11,3 ações da Pfizer por cada título da Allergan, para além de uma soma em dinheiro. No total, a fusão está avaliada em cerca de 141 mil milhões de euros, um valor que tornará o negócio entre a norte-americana Pfizer e a Irlandesa Allergan no maior do ano.
A maior aquisição confirmada em 2015 é ainda a compra do BG Group por parte da Shell, selada por 65 mil milhões de euros. A junção das duas maiores cervejeiras do mundo, a Ab Inbev e a SAB Miller, está também a caminho da conclusão, mas os quase 100 mil milhões de euros não serão suficientes para destronar o negócio entre as duas farmacêuticas.
O acordo fará nascer a maior vendedora de fármacos do mundo, detentora de algumas das patentes mais conhecidas e valiosas do mundo, com nomes como Viagra e Botox a fazerem parte das marcas registadas. A nova empresa será liderada pelo presidente da Pfizer, Ian Read.