Natal. Mais de 50% dos portugueses usa subsídio para presentes

Mais de metade dos portugueses, 55%, tenciona utilizar o subsídio de Natal para comprar presentes, revela o mais recente estudo do Observador Cetelem, sobre as intenções de consumo nesta época.

1736
Maior parte dos portugueses usam subsídio de Natal para comprar presentes

Mais de metade dos portugueses, 55%, tenciona utilizar o subsídio de Natal para comprar presentes, revela o mais recente estudo do Observador Cetelem, sobre as intenções de consumo nesta época.

Esta percentagem é superior à registada em 2014 (46%), mas longe dos 82% verificados em 2011, assinala o mesmo documento.

De salientar que cerca de 8% dos portugueses afirmam não comprar presentes de Natal.

Questionados sobre se utilizam o subsídio de Natal para comprar presentes, um quarto dos portugueses afirma utilizar apenas uma pequena parte. Já 27% dos consumidores confessam utilizar uma parte significativa e apenas 4% utilizam todo o subsídio, mas não o consideram suficiente. Uma percentagem ainda considerável de consumidores (26%) afirma não receber subsídio de Natal.

Na análise por faixa etária, constata-se que os indivíduos com idades compreendidas entre os 35 e 44 anos são os que mais afirmam utilizar o subsídio de Natal para comprar presentes (72%), seguidos pelos consumidores entre os 25 e 34 anos (64%). Este último grupo apresenta a maior percentagem de inquiridos que afirmam utilizar o subsídio de Natal na totalidade e de o considerar insuficiente (7%).

Este estudo foi desenvolvido pelo Observador Cetelem, em colaboração com a Nielsen, tendo sido realizados 600 inquéritos por telefone, a indivíduos de Portugal continental, de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 18 e os 65 anos, entre os dias 28 de setembro e 1 de outubro de 2015. O erro máximo é de +4.0 para um intervalo de confiança de 95%.