Indigitação de Costa deu um novo fôlego à candidatura de Marcelo

Boas relações entre o primeiro-ministro e o candidato a Belém podem ajudar a vencer à primeira volta.

458

Preveem-se boas relações entre Belém e São Bento. Mas só dentro de alguns meses. Segundo o SOL, a tomada de posse de António Costa como primeiro-ministro dá um novo fôlego à candidatura de Marcelo Rebelo de Sousa, o mais bem posicionado aspirante a Presidente da República.

A relação próxima que o professor mantém com o secretário-geral do PS permite-lhe posicionar novamente a sua candidatura ao Centro e colher votos em todos os eleitorados. Esta é uma pretensão que já lhe é conhecida.

Ao semanário, uma fonte próxima revelou que ambos conversam frequentemente por telefone e que, “mais do que amigos, são velhos conhecidos”, apesar de “não serem visita um do outro, nem almoçarem ou jantarem juntos”.

Desta feita, a indigitação de António Costa como primeiro-ministro “ajuda e muito à candidatura e até mesmo à desejada eleição logo à primeira volta”.