Menção Categoria Reabilitar © Paulo Rodrigues _ GRAN CRUZ_2_DxOJá são conhecidos os grandes vencedores do Palmarés Architecture Aluminium Technal 2015. Foram avaliadas quase 100 obras das quais 47% pertenciam à categoria Viver (moradias unifamiliares e plurifamiliares), 18% a Reabilitar (reabilitações e ampliações), 18% a Desfrutar (equipamentos culturais e desportivos, lazer e hotelaria), e por fim 18% à categoria Trabalhar (escritórios, hospitais, edifícios públicos, comerciais e industriais).

Ao todo foram premiadas 11 obras, executadas em Portugal e Espanha entre 2013 e 2015, que contam com a assinatura da marca Technal. Portugal arrecadou três prémios: Primeiro Prémio na Categoria Trabalhar, Menção Honrosa na Categoria Reabilitar e também na Categoria Disfrutar.

O Edifício Técnico Administrativo da EDP, em Leiria, foi o grande vencedor na Categoria Trabalhar. A expressão artística, a correta integração do projeto com o meio envolvente e a utilização do piso térreo como espaço exterior de utilização pública foram, segundo o júri, os argumentos para atribuir o prémio a este edifício.

Vencedor Categoria Viver © Pedro Pegenaute _ House TR_PG461_13Na Categoria Viver, a TR House, em Barcelona, foi a obra vencedora. O critério e rigor do projeto, juntamente com a expressividade dos materiais aplicados e o perfeito enquadramento com o exterior justificam esta escolha.

Já na Categoria Desfrutar, o prémio foi para o Centro Hípico La Llena, em Barcelona. Nesta mesma categoria, a Primeira Menção Honrosa foi atribuída ao Epic Sana Algarve por se tratar de uma obra bem conseguida, composta por hotel e apartamentos turísticos independentes, que oferecem uma vista panorâmica sobre o oceano.

Na Categoria Reabilitar o júri decidiu, por unanimidade, não atribuir nenhum prémio por serem obras muito distintas entre si, tanto em dimensão como em estilo. A primeira Menção Honrosa foi concedida à Reforma da Vivienda Barrio Gótico, em Barcelona, enquanto o edifício Grand Cruz Porto, em Vila Nova de Gaia, foi distinguido com a segunda Menção Honrosa. Este é um projeto de reabilitação, com assinatura portuguesa, que respeita a volumetria e valor do edifício, sem prejuízo do interior.

Nesta nova edição pretendeu-se premiar as obras que melhor refletem o trabalho conjunto de arquitetos e instaladores e que partilham os valores da marca, como eficiência energética, qualidade do meio ambiente, inovação e adequação às tendências estéticas atuais.

O júri dos Prémios Palmarés Architecture Aluminium Technal 2015 foi composto por profissionais reconhecidos de Portugal e Espanha como o arquiteto Antonio Cruz do gabinete de arquitetura Cruz e Ortiz, que foi também o presidente desta edição; Ignacio Fernández, arquiteto e consultor de fachadas na ARUP; Soledad Lorenzo, diretora da revista espanhola “Arquitectura y Diseño”; Fernando Correia, arquiteto e subdiretor da Escola Universitária das Artes de Coimbra; e Ricardo Batista, diretor do jornal “Construir”.

O Palmarés Architecture Aluminium Technal foi implementado pela marca em 2002, em França, e tem como objetivo premiar os projetos que se destacam pela singularidade da arquitetura, pela adequação e pelo diálogo com o meio ambiente, bem como pela otimização dos materiais e integração dos sistemas de alumínio da Technal de forma a potenciar o design e luz natural. Além da criatividade, o Palmarés visa ainda premiar as instalações bem executadas pelos instaladores parceiros Technal, outro dos grandes protagonistas deste evento.