Empresa oferece seguro contra assédio online

A Chubb, uma seguradora multinacional, criou um novo produto dedicado a cobrir os custos que possam ocorrer em caso de assédio online. As despesas podem ir desde terapia e advogados até à mudança de domicílio.

902

“Nós vemos os seguros como uma forma de ajudar os nosso clientes a voltarem à vida que tinham antes de o incidente acontecer, seja ele algo que afete uma casa ou uma pessoa”, disse, ao jornal inglês “The Telegraph”, Tara Parchment, gestora de clientes da companhia no Reino Unido e Irlanda.

Este serviço, que está agora disponível no Reino Unido, define bullying online como “três ou mais atos pela mesma pessoa ou grupo de assédio, ameaça ou intimidação do cliente” e prevê custear as despesas decorrentes destes atos.

O produto está pensado para pais preocupados, mas há adultos que podem beneficiar do produto em casos, por exemplo, que levem ao desemprego ou prisão errónea, diz ainda o jornal inglês.

O cliente pode ainda contratar um especialista informático para detetar a origem do bullying ou para controlar uma campanha online de difamação.

“Continuamos a restaurar casas, carros e outros bens que possam ter sido estragados, mas este serviço é mais sobre a pessoa e sobre a forma como ela lida com o problema”, explica Tara Parchment.

Este novo tipo de produto foi criado depois de ter sido elaborado um estudo, entre os clientes mais ricos, sobre que extensões de seguro eles desejavam.