Quatro realizadores portugueses podem integrar Festival de Berlim

A acontecer, será um feito inédito para o cinema português.

1172

A 66.ª edição do Festival de Berlim, conhecido como o Berlinale, pode contar com a presença de quatro realizadores portugueses, adianta o site Comunidade Cultura e Arte, que dá também conta dos possíveis nomeados: Ivo M. Ferreira, Salomé Lamas, Leonor Teles e Hugo Vieira da Silva.

O festival terá lugar em Berlim no dia 11 de fevereiro e, caso integre os hipotéticos representantes de Portugal, será um feito inédito.

Ao Diário de Notícias, o produtor Luís Urbano, da produtora ‘O Som e a Fúria’, fala sobre as expectativas para o Berlinale: “Estamos a tentar que Cartas da Guerra, de Ivo M. Ferreira, possa estar na competição oficial do Festival de Berlim. Diria que é um filme que tem valor para isso, um filme tipicamente perfeito para a seleção de Berlim! Aliás é a cara de Berlim…”.

Refira-se que o filme em questão é baseado nas cartas de guerra do escritor António Lobo Antunes, que acabaram reunidas na obra ‘D’este Viver Aqui Neste Papel Descripto’.

“A partir do momento em que se é selecionado, há depois outro patamar importante: tentar ser-se programado para a melhor altura do festival – os primeiros dias, altura em que o mercado está pujante. A partir daí é montar a banca e criar um buzz”, lembrou Luís Urbano.