Trabalhar em excesso não prejudica o relacionamento, segundo pesquisa

Quanto mais trabalha, mais difícil se torna investir no relacionamento, não é?

811

De acordo com um novo estudo, isso não passa de um mito. Investigadores descobriram que não existe nenhuma associação negativa entre as horas de trabalho a satisfação com o relacionamento.

O trabalho foi publicado na revista Human Relations, em parceria com o Instituto Tavistock de Relações Humanas, uma entidade sem fins lucrativos sediada em Londres. Ao todo, 285 casais foram entrevistados, sendo que tanto o homem quanto a mulher tinham uma carreira consolidada.

Ao examinar o número de horas de trabalho, o tempo gasto com o parceiro e a felicidade com o relacionamento, os pesquisadores concluíram que a maioria dos casais compensa, de alguma forma, as horas que passam separados.

Uma das possíveis explicações para os resultados é a actual ausência de expectativa – as pessoas estão cientes de que não é possível investir muito tempo na vida privada por causa das exigências da carreira.