Este é um dos maiores inimigos da mulher

As mulheres transportam, em média, mais de 5% do seu peso corporal.

814

Não há nada pior para a saúde da coluna das mulheres do que as malas que usam. Quem o diz é a associação Spine Matters, que revela que as carteiras usadas representam a um acréscimo de 5% do peso corporal.

Segundo a associação, as mulheres devem fazer uma seleção do que levam na mala, mas tão ou mais importante do que isso é saber escolher a mala mais indicada, já que “as carteiras das mulheres falham em todos os requisitos importantes para evitar problemas associados à coluna”, lê-se num comunicado enviado esta quinta-feira às redações.

Embora as clutches sejam mais pequenas e com uma alça longa que permite uma “utilização conforme pretendido” (na diagonal), essa mesma alça “é demasiado fina e, por vezes, em materiais completamente desaconselhados, como as correntes”, alerta o comunicado, frisando que o peso pode “mesmo contribuir para um corte da circulação”.

Para o médico ortopedista e especialista em patologia da coluna, Luís Teixeira, “é fundamental que seja feita uma ‘limpeza’ regular do conteúdo transportado. Popularmente, costumamos brincar com a quantidade de objetos que cabem numa mala de mulher. No entanto, este é um ponto importante. Às vezes, algo tão simples quanto remover as moedas espalhadas poderá fazer a diferença, tal como a opção por produtos de maquilhagem mais pequenos, livros de bolso em vez dos de tamanho regular e o transporte de comida numa bolsa à parte”.

O também fundador da associação Spine Matters recomenda que a mala “não ultrapasse 5% do peso da pessoa” e que seja feito um “check-up diário”, colocando apenas “o que é necessário”.

“Dar preferência a malas mais pequenas, evitar usar malas muito grandes, trocar de ombro frequentemente e evitar carregar a mala de um lado só”, são outas das dicas dadas pelo especialista, que aconselha ainda a “alternar o peso entre os ombros”

Praticar exercício físico que ajude a fortalecer os ombros, como o yoga, o pilates ou exercícios com pesos leves são também opções para evitar males maiores.