Início Nacional Economia Estado mostrou-se disponível para pagar mais aos bancos do que à troika

Estado mostrou-se disponível para pagar mais aos bancos do que à troika

0
Estado mostrou-se disponível para pagar mais aos bancos do que à troika

O Estado português mostrou-se disponível para ajudar o sistema financeiro com um valor superior ao do empréstimo à troika, escreve hoje o i.

O jornal compara os 78 mil milhões de euros do programa de ajustamento pedido por Portugal à Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional com os 86 mil milhões autorizados para ajudas públicas aos bancos entre 2008 e 2014.

São contabilizadas as medidas de recapitalização, assunção de créditos em incumprimento dos bancos, linhas de crédito de último recuso disponibilizadas pelos bancos centrais e garantias prestadas pelos bancos para as operações de financiamento.

Ressalva-se que muitas verbas foram aprovadas pela Comissão Europeia mas não efetivamente usadas pelos bancos. As garantias, a título de exemplo, só são exercidas em caso de incumprimento.

Há ainda que ter em conta as receitas que o Estado ganha com estas intervenções, por exemplo, caso o Estado passe a receber dividendos das ações que investiu, ainda que o saldo final seja desfavorável.

Segundo o Tribunal de Contas, efetivamente o Estado português gastou cerca de 17.635 milhões de euros com o setor financeiro entre 2008 e 2014, dos quais recuperou cerca de 5.813 milhões.