Empresas mais pessimistas em relação às exportações em 2016

Dados recolhidos pelo Instituto Nacional de Estatística mostram uma perspetiva mais modesta para este ano. Mudança de paradigma económico poderá ter efeitos negativos.

632

As empresas nacionais esperam um crescimento mais lento das exportações este ano. A conclusão está espelhada no boletim estatístico divulgado hoje pelo INE, que dá conta de um maior pessimismo por parte das companhias com maior presença no mercado externo.

“As perspetivas das empresas exportadoras de bens apontam para um crescimento nominal de 1,4% das suas exportações em 2016 face a 2015”, explica o INE, dando conta do efeito negativo da queda do petróleo nas contas finais: “Excluindo os Combustíveis e lubrificantes, as perspetivas reveladas pelas empresas indicam um aumento de 3,2% nas exportações de bens em 2016”.

A volatilidade dos preços do ‘ouro negro’ e a mudança de estratégia económica estão a aumentar a prudência das companhias, que esperam um abrandamento nas exportações em 2016.