Turismo de Portugal alvo de buscas da PJ

O Turismo de Portugal confirmou hoje à Lusa que foi alvo de buscas pela Polícia Judiciária, sem adiantar mais pormenores.

1180

Contactada pela Lusa, fonte oficial do Turismo de Portugal confirmou as diligências e remeteu mais esclarecimentos para um comunicado que será divulgado ainda hoje.

Entretanto, a Procuradoria Geral da República adiantou, em resposta à agência Lusa, que as buscas são diligências realizadas no âmbito de um inquérito do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa.

De acordo com a informação divulgada pelo Diário de Notícias (DN) no seu ‘site’, a Polícia Judiciária realizou, durante o dia de hoje, buscas no Turismo de Portugal.

Segundo informações recolhidas pelo DN, os inspetores da Unidade Nacional contra a Corrupção (UNCC) recolheram documentação sobre contratos e adjudicações sobre a promoção do turismo português no estrangeiro, sobretudo no Brasil, escreve o jornal na sua edição on-line.

Ainda de acordo com o DN, no centro das suspeitas estará um ex-elemento do conselho de administração deste instituto público, que terá distribuído adjudicações por empresários que lhe eram próximos.

O Turismo de Portugal é atualmente liderado por Luís Araújo, que sucedeu no cargo a João Cotrim de Figueiredo.