“Pensamos que é a maior presença de uma região vinícola de todo o mundo no evento”, disse à Lusa o responsável de marketing da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes, Bruno Castro Almeida.

A venda de vinho verde para os EUA cresceu 30,21 por cento em 2015, passando de cerca de 10 milhões de euros para 13,06 milhões.

“O crescimento tem sido espetacular nos últimos 15 anos. Desde 2008 que os EUA são o 1.º destino de exportação para o Vinho Verde”, explicou o responsável.

A nível global, as exportações também tiveram um comportamento positivo, mas ficaram-se por um crescimento de 10 por cento, tendo alcançado os 54.81 milhões de euros.

“Os Vinhos Verdes são hoje exportados para mais de 100 países, sendo líderes na exportação de vinhos portugueses com denominação de origem controlada não licorosos. Estas exportações geram um negócio de cerca de 55 milhões de euros, com os EUA e a Alemanha no top dos mercados de destino”, acrescentou Bruno Castro Almeida.

O crescimento destes vinhos acompanha um movimento muito positivo das exportações portuguesas para o país, como nota o diretor do escritório de Nova Iorque da AICEP, Rui Boavista Marques.

“O vinho Verde é só um dos produtos que tem os EUA como principal mercado de exportação, mas há outros”, disse à Lusa Boavista Marques.

Explicando que “o contexto é muito favorável” para as empresas portuguesas, o responsável diz que “em 2015 os EUA tornaram-se o principal mercado de exportação portuguesa fora da União Europeia.”

“As exportações mais do que duplicaram em seis anos, de mil milhões de euros para 2,5 mil milhões em 2015, e a taxa de cobertura das exportações pelas importações foi de 266%”, garante Boavista Marques.

As 18 empresas presentes no evento são: Adega de Guimarães, Adega de Ponte de Lima, Agri-Roncão – Quinta de Linhares, Anselmo Mendes Vinhos, Casa da Tojeira, Casa de Vila Nova, Casa Senhorial do Reguengo, Quinta da Calçada, Quinta da Lixa, Quinta da Raza, Quinta de Covela, Quinta de Lourosa, Soalheiro, Solar de Serrade, Vercoope, Vinho Verde Young Projects, Viniverde – Adega de Ponte da Barca e Encosta do Xisto.

A Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes já teve iniciativas promocionais no mercado dos EUA, inclusive trazendo mais de 35 produtores, mas esta será a primeira participação numa feira dirigida a compradores no país.