Lula da Silva

O juiz federal Itagiba Cata Preta Neto da 4ª Vara do Distrito Federal anulou o termo de posse de Lula da Silva, após convite da Presidente brasileira Dilma Rousseff.

De acordo com as publicações brasileiras, a medida em causa tem um alcance nacional e é provisória, podendo haver um recurso à primeira instância.

A Justiça Federal de Brasília tomou a decisão tendo em conta a possibilidade de existência de um crime de responsabilidade.

Segundo a TV Globo, a Advocacia Geral da União (AGU) confirmou que vai recorrer da decisão.