O futebolista britânico Adam Johnson foi condenado a seis anos de prisão por dois crimes de abuso sexual a uma menor, diz o The Guardian. O jogador do Sunderland foi julgado pelo juiz Jonathon Rose em Bradford, em Inglaterra, que considerou que Johnson se aproveitou do reconhecimento que tinha como futebolista para cometer os crimes. O tribunal adjetivou os crimes de “primeira categoria” e decidiu que Adam Johnson tinha “inteiramente culpa”.

A federação de futebol inglesa retirou as insígnias a Adam Johnson ainda antes da decisão do tribunal, em consequência do escândalo em que o jogador do Sunderland estava envolvido. A imprensa inglesa afirma que a defesa do atleta vai recorrer da sentença.

Adam Johnson tem 28 anos e foi apontado como o autor de dois crimes sexuais com uma rapariga de 15 anos. De acordo com os relatos dados às autoridades, os crimes terão ocorrido em janeiro de 2015. Adam Johnson admitiu ter beijado e seduzido a menina na primeira sessão em tribunal, mas negou sempre que o envolvimento tivesse ido mais longe.

No entanto, a polícia descobriu que os crimes deviam ocorrer numa carrinha do jogador e que foram trocadas mais de 800 mensagens entre a menor e Adam Johnson. “Você tomou uma decisão deliberada de ter atividade sexual com esta menor, por isso o seu futuro como jogador de futebol deve estar em dúvida”, disse o juiz enquanto ditava a sentença.