Jovem de 20 anos suspeito de assassinar um inglês de 60 anos já foi detido

Jovem viajava no automóvel da vítima quando foi mandado parar pela PSP. Corpo da vítima foi depois encontrado em sua casa, com ferimentos de arma branca que o rapaz confessou ter utilizado.

826

Tem apenas 20 anos mas confessou à PSP, esta terça-feira, que terá matado um homem inglês de 60 anos, em Alcoutim.

A PSP terá, alegadamente, mandado o jovem parar, pedindo a sua identificação e os documentos da viatura que conduzia. Depois de verificarem que o jovem não possuía carta de condução, conferiram os dados da viatura, dirigindo-se então à habitação, situada no Cerro da Vinha, na serra de Alcoutim, e que vinha referenciada no registo do automóvel. Aí chegados descobriram o corpo de um homem de 60 anos, inglês, de acordo com informações da Sic Notícias.

De acordo com fontes policiais, o homem já estaria morto há pelo menos três dias e que morreu por ter sido esfaqueado.

Questionado sobre o sucedido, o jovem começou por negar envolvimento no homicídio, tendo acabado por confessar que assassinara o homem e lhe roubara o automóvel. O suspeito tinha consigo uma faca, mas afirma que não foi a usada no crime de que é suspeito.

A investigação encontra-se ainda a decorrer, com a polícia a interrogar o suspeito. Os motivos que levaram o jovem a cometer o homicídio ainda não são conhecidos. Sabe-se apenas que o jovem de 20 anos não estuda nem trabalha e que é do Algarve.

O homem inglês vivia no Cerro da Vinha, um local muito isolado na serra de Alcoutim em que todas as outras casas só são usadas durante o período de férias. Ainda de acordo com a Sic Notícias, este cidadão britânico costumaria ir a Faro convidar jovens para o acompanharem até à sua habitação.