Madeleine McCann terá sido raptada durante um assalto que não correu como esperado. A nova tese é da polícia britânica e será aquela que encerrará o processo. Segundo esta linha de investigação, há três suspeitos portugueses do crime: José Carlos da Silva, 30 anos, Ricardo Rodrigues, 24 anos, e Paulo Ribeiro, 53 anos.

Um dos suspeitos trabalhava no Ocean Club Resort, onde a família McCann estava instalada. O homem era responsável por conduzir os clientes até aos apartamentos na Praia da Luz. A polícia acredita que o suspeito trabalhava com os restantes dois suspeitos. O grupo ter-se-á juntado e terá arrombado o apartamento da família para o assaltar. Quando entrou, ter-se-ão deparado com a menina a dormir e optaram por a levar.

A nova tese da polícia britânica surge depois de terem sido registadas conversas telefónicas suspeitas entre os três homens naquela noite. Além disso, sabe-se que duas semanas antes de o casal McCann e os filhos chegarem ao Ocean Club, dois apartamentos foram assaltados no mesmo resort. A tese do assalto ao apartamento da família McCann ganha assim mais forma. A polícia britânica quer interrogar os suspeitos, tendo já informado a polícia portuguesa.

No início desta semana, o chefe da Polícia Metropolitana de Londres disse à rádio britânica LBC que os investigadores estão a seguir uma teoria final para o desaparecimento de Madeleine McCann e que a investigação pode ser encerrada em breve.

“Tem havido muito tempo de investigação dispensado neste caso. Uma criança desapareceu, toda a gente quer saber se ela está viva e, se estiver, onde é que ela está (…) Temos de seguir uma investigação em conjunto com Portugal e outros países que estejam envolvidos. Há uma linha de investigação que está a ser seguida e espera-se que se conclua nos próximos meses”, disse Bernard Hogan-Howe. Se não houver provas, a Scotland Yard fechará o caso, disse o mesmo responsável.

Tudo começou em 2007

Madeleine McCann tinha três anos. Estava com os pais e com o irmão e irmã a passar férias na Praia da Luz, no Algarve. A família tinha escolhido o Ocean Club Resort. A 3 de maio de 2007, os pais foram jantar com amigos a um restaurante de tapas. Madeleine e os irmãos gémeos ficaram no apartamento. Só a mais velha desapareceu. Madeleine faria quatro anos a 12 de maio.

O caso terá acontecido assim: o casal estava a jantar no Tapas bar, dentro do próprio Ocean Club. Às 21h, o pai Gerry McCann terá ido verificar os filhos ao apartamento e todos estavam bem. Um amigo terá ido novamente às 21h30. Por volta das 22h, a mãe Kate McCann terá ido ao apartamento e terá encontrado a cama da filha mais velha vazia. Os estores e uma janela estavam abertos. A GNR foi avisada logo a seguir. Começava aí longos meses de buscas e investigações.