Casal detido por suspeita de comprar recém-nascido estrangeiro

Um casal de vendedores ambulantes é acusados de tráfico humano de seres humanos e compra de um bebé recém-nascido. A criança terá sido comprada a um casal estrangeiro por 2.500 euros.

667

Foi detido um casal por alegada prática de tráfico humano de um recém-nascido, esta sexta-feira, em Santa Maria da Feira.

A Polícia Judiciária “identificou e deteve um casal” por presumível “autoria do crime de tráfico de pessoas” a detenção visava ainda a possível “compra de um bebé recém-nascido”, informa um comunicado do gabinete de imprensa da PJ.

Segundo esse mesmo comunicado, o crime terá ocorrido em novembro de 2015, em Santa Maria da Feira. Os arguidos terão “adquirido a criança” a um casal de nacionalidade estrangeira, pelo pagamento de uma “elevada quantia monetária” – 2.500 €, segundo o Público. Segundo a PJ, os acusados pretendiam “assumir a paternidade da criança à margem do sistema legal.

Os detidos, vendedores ambulantes com 22 e 30 anos, vão estar presentes no “primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.”